Você vai querer ter todos os metais desta lista

Metais mais valiosos do mundo

Os metais pode ser objetos muito bonitos. Com sua capacidade de transmitir brilho e compor joias preciosas, esses são elementos cada vez mais procurados. Porém, nada se compara ao o que você verá aqui. Se você achava que apenas o ouro e a prata eram os metais mais valiosos, vai se surpreender ao descobrir que há outros ainda mais raros e caros de se obter.

Fizemos uma pesquisa e descobrimos quais são os metais mais valiosos do mundo. Por tradição (e outros motivos que já vamos explicar), o ouro e a prata também estão na lista. Entretanto, um dos maiores motivos que determina o preço dos metais mais valiosos é a sua raridade e facilidade de obtenção. Portanto, não espere apenas ver elementos bonitos aqui nesta lista. Os metais mais valiosos a seguir são extremamente raros e com utilidades bastante específicas.

O metais mais valiosos do mundo

Esse artigo também é ideal para aqueles que adoram conhecer um pouco mais de química e tabela periódica. Isso porque os metais a seguir estão todos listados na conhecida tabela dos elementos químicos. Para ajudar os nerds, vamos citar algumas características de cada um dos metais mais valiosos a seguir. Prepare a mente (e o bolso) para conhecer os metais mais valiosos do mundo

1. Ródio

Ródio, um dos metais mais valiosos do mundo

O ródio é um metal extremamente raro de cor prateada. Ele é bastante usado na indústria por conta de suas propriedades reflexivas. O ródio também é muito conhecido por conta de sua alta temperatura de fusão e sua capacidade de resistir à corrosão.

  • Símbolo: Rh
  • Número atômico: 45
  • Massa atômica: 102,90550 u
  • Série química: Metal de transição
  • Maiores produtores: África do Sul, Rússia e Canadá
  • Usos mais comuns: Geralmente usado em objetos reflexivos, como luzes, espelhos e acabamento em jóias
  • Preço médio: US$ 1.525 (30 gramas)
LEIA TAMBÉM  As fobias mais estranhas que existem

2. Platina

Platina, um dos metais mais valiosos do mundo

A platina é um metal que ganhou fama por conta de sua maleabilidade, densidade e propriedades não-corrosivas. Da mesma forma que o paládio, esse metal é conhecido por sua habilidade de resistir a grande quantidade de hidrogênio.

  • Símbolo: Pt
  • Número atômico: 78
  • Massa atômica: 195,084(9) u
  • Série química: Metal de transição
  • Maiores produtores: África do Sul, Rússia e Canadá
  • Usos mais comuns: Acabamento em joias por conta de sua resistência e densidade, e na parte militar e aeronáutica
  • Preço médio: US$ 893,30 (30 gramas)

3. Ouro

Ouro, um dos metais mais valiosos do mundo

Além de sua beleza singular, o ouro é utilizado para diversas propósitos na indústria. Por conta de sua condutibilidade e maleabilidade, esse metal é um ótimo condutor de eletricidade que é usado em vários segmentos. Além disso, como uma joia o ouro é um dos metais mais refinados e procurados pelos consumidores.

  • Símbolo: Au
  • Número atômico: 79
  • Massa atômica: 196,966569(4) u
  • Série química: Metal de transição
  • Maiores produtores: África do Sul, Estados Unidos, Austrália e China
  • Usos mais comuns: Joias e na indústria como material de condução ou reflexão
  • Preço médio: US$ 862,25 (30 gramas)

4. Rutênio

Rutênio, um dos metais mais valiosos do mundo

O rutênio é conhecido por conta de sua dureza, raridade e capacidade de resistir a corrosão diante de outros elementos. Trata-se de um metal branco muito bonito, mas que não é usado em joias por conta da dificuldade de se trabalhar em seus moldes.

  • Símbolo: Ru
  • Número atômico: 44
  • Massa atômica: 101,07 u
  • Série química: Metal de transição
  • Maiores produtores: Rússia, América do Sul, América do Norte e Canadá
  • Usos mais comuns: Quando adicionado em mistura com a platina e paládio, forma uma liga extremamente dura e resistente
  • Preço médio: US$ 785 (30 gramas)
LEIA TAMBÉM  Imagens surreais de Júpiter divulgadas pela Nasa mostram um planeta bem diferente da sua aula de ciências

5. Irídio

Irídio, um dos metais mais valiosos do mundo

O irídio possui um ponto de fusão extremamente alto e uma das maiores densidades entre todos os elementos da tabela. Por conta disso, ele é conhecido como o metal mais resistente à corrosão.

  • Símbolo: Ir
  • Número atômico: 77
  • Massa atômica: 109,217(3) u
  • Série química: Metal de transição
  • Maiores produtores: África do Sul
  • Usos mais comuns: Contribuiu com avanços na medicina, eletrônica e indústria automobilística por conta de suas características únicas
  • Preço médio: US$ 785 (30 gramas)

6. Ósmio

Ósmio, um dos metais mais valiosos do mundo

O ósmio é um elemento muito denso e de cor branco azulado. Em temperatura ambiente, o metal é frágil, sólido e muito brilhante, o que desperta a atenção dos curiosos. Porém, a maior utilidade do elemento é na indústria, usado em uma liga com a platina.

  • Símbolo: Os
  • Número atômico: 76
  • Massa atômica: 190,23(3) u
  • Série química: Metal de transição
  • Maiores produtores: Rússia, América do Norte e América do Sul
  • Usos mais comuns: Usado em uma liga com a platina para endurecer contatos elétricos e filamentos
  • Preço médio: US$ 468,41 (30 gramas)

7. Paládio

Paládio, um dos metais mais valiosos do mundo

Frequentemente utilizado na odontologia, o paládio chama atenção por conta de sua resistência a altas temperaturas. O metal também tem capacidade de absorver grandes quantidades de hidrogênio, o que o torna um bom catalisador para processos de combustão.

  • Símbolo: Pd
  • Número atômico: 46
  • Massa atômica: 106,42 u
  • Série química: Metal de transição
  • Maiores produtores: Rússia, África do Sul, Estados Unidos e Canadá
  • Usos mais comuns: Catalisador menos poluente na indústria automobilística, no acabamento de joias e na odontologia
  • Preço médio: R$ 422,65 (30 gramas)

8. Rênio

Rênio, um dos metais mais valiosos do mundo

O rênio é um metal branco prateado e bastante brilhante. Ele tem um dos maiores pontos de fusão, perdendo apenas para o tungstênio e carbono. O elemento também é bastante denso, perdendo apenas para a platina. Essas duas características garantem vários usos para o rênio.

  • Símbolo: Re
  • Número atômico: 75
  • Massa atômica: 1086,207(1) u
  • Série química: Metal de Transição
  • Maiores produtores: Chile, Cazaquistão e Estados Unidos
  • Usos mais comuns: Usado em turbinas de alta temperatura, filamentos e contados eletrônicos
  • Preço médio: US$ 322, 88 (30 gramas)
LEIA TAMBÉM  Como aconteceu o Big Bang?

9. Prata

Prata, um dos metais mais valiosos do mundo

A prata, assim como o ouro, praticamente dispensa apresentação. O metal é extensamente usado como joias e ornamentos, mas também tem aplicações na indústria. Empresas usam prata para revestir circuitos, baterias e no controle de odor em roupas.

  • Símbolo: Ag
  • Número atômico: 47
  • Massa atômica: 107,8682 u
  • Série química: Metal de transição
  • Maiores produtores: Peru, China, México e Chile
  • Usos mais comuns: Joias, circuitos, bateias e controle de odor em roupas
  • Preço médio: US$ 320,45 (30 gramas)

10. Índio

Índio, um dos metais mais valiosos do mundo

Esse metal foi batizado em homenagem a sua cor índico, e não por conta dos nativos de uma região. Em estado ambiente, o metal emite uma cor branco prateado brilhante. Ele é criado usando uma liga de zinco e cobre, além de bronze e ferro.

  • Símbolo: In
  • Número atômico: 49
  • Massa atômica: 114,818 u
  • Série química: Metal representativo
  • Maiores produtores: China, Coreia do Sul e Japão
  • Usos mais comuns: Criação de espelhos, semicondutores e outros elementos resistentes a corrosão
  • Preço médio: US$ 301,09 (30 gramas)