Entenda por que as unhas das suas mãos crescem bem mais rápido que as dos pés

Homens e mulheres, vaidosos ou não, todos precisam fazer uma coisa para manter a higiene em dia: cortar as unhas. Isso vale tanto para as mãos quanto para os pés. Porém, quem faz isso com frequência – especialmente o público feminino que costuma frequentar salões – deve ter percebido uma discrepância muito grande. Afinal, por que as unhas das mãos crescem bem mais rápido que as dos pés?

Pode parecer uma dúvida besta e sem muita importância, mas tem o seu propósito. Afinal, se quisermos manter um padrão aceitável de higiene precisamos cortar frequentemente as nossas unhas.

A das mãos, por exemplo, exigem cuidados quase semanais. Aqueles um pouco mais desleixados ficam meses sem cuidar delas. Outros, que roem as unhas, mantém um controle nada saudável do crescimento das unhas. No caso dos pés, a situação se repete, mas com uma frequência menor. Porém, alguns podem ficar meses e até mesmo anos sem cuidar devidamente das unhas dos pés.

Por que isso acontece?

De uma forma bem simplista, as unhas são derivados ectodérmicos compostos por queratina dura. A principal função delas é a proteção das extremidades dos dedos das mãos e dos pés, bem como facilitar a manipulação de pequenos objetos quando utilizamos as mãos ou os pés. As unhas são formadas por quatro eptélios básicos: matriz ungeal, leito ungeal, prega ungeal proximal e hiponiquio.

De acordo com uma pesquisa da Academia Americana de Dermatologia, as unhas da mão dominante crescem ainda mais rápido que o normal. Os estudos apontam uma taxa de crescimento de 3,5 milímetros por mês. No caso dos pés, o ritmo de crescimento é de, em média, 1,6 milímetro por mês.

A resposta para a diferença no crescimento das unhas pode ser entendida como uma característica própria do indivíduo. Bruce Robinson, instrutor clínico de dermatologia nos hospitais Lenox Hill e Mount Sinai, em Nova Iorque, afirma que “a taxa de crescimento das unhas da mão depende de um conjunto de variáveis: do próprio indivíduo, da destreza natural(por motivos desconhecidos, as unhas costumam crescer mais rapidamente na mão usada ao escrever), enfermidades e idade“.

LEIA TAMBÉM  Herbalife: marketing de rede ou esquema de Pirâmide?

Unhas grandes

Ainda de acordo com Robinson, “as unhas das mãos atingem seu pico de crescimento na segunda e terceira década, ocorrendo um leve declínio a seguir”. Segundo o médico, isso provavelmente acontece por conta de uma diminuição no fluxo sanguíneo para as extremidades do corpo, o que é válido para os pés e para as mãos.

Porém, uma especiliasta em medicina natural acredita que há um fator primordial que favorece o crescimento das unhas das mãos: a proximidade com o coração. Segundo Norman Allan, a distância menor acaba favorecendo a chegada de nutrientes e oxigênio com mais qualidade do que aqueles que precisam chegar até os pés. Isso que a gravidade ainda dá uma ajudinha para o sangue chegar até lá embaixo.

Portanto, na próxima vez que você estiver cortando suas unhas – seja das mãos, seja dos pés –, lembre-se: há uma diferença na velocidade de crescimento delas e isso provavelmente está relacionado com a proximidade das mãos – ou distância dos pés – em relação ao coração. Interessante, não é mesmo?

Compartilhe