9 leis absurdas que já foram propostas no Brasil

Estamos voltando de férias amigos, e pra começar vamos compartilhar um post do Mega Curioso sobre algumas leis bizarras e absurdas que foram propostas por brasileiros sem noção, felizmente nenhuma delas vingaram!

 

1. É proibido usar preservativos

O prefeito da cidade paranaense Bocaiúva do Sul, Élcio Berti, proibiu a venda de camisinhas e anticoncepcionais através de um decreto municipal. A lei foi revogada após 24 horas e muita confusão. Provavelmente isso tenha ocorrido pelo fato de que, havendo menos crianças, menos auxílio do governo o município receberia.

9 leis absurdas que já foram propostas no Brasil

2. É proibido escrever errado

A lei aprovada pela Câmara Municipal de Pouso Alegre, em Minas Gerais, no dia 2 de setembro de 1997, multa em 500 reais os donos de outdoors com erros de ortografia, regência e concordância. Para banners e faixas, a multa é de apenas 100 reais, e o infrator tem 30 dias para arrumar o erro. Haja dinheiro…

3. É proibido o uso de máscaras

Na década de 60, o prefeito Epitácio Cafeteira aprovou a lei municipal 1790/68 em São Luís, no Maranhão. Entre diversas outras medidas, ficou proibido o uso de máscaras em festas, exceto no Carnaval ou com alguma licença especial. Sua ideia era identificar os bandidos.

4. É proibido animais soltos na rua

A vereadora Silvia Fernandes, de São João del-Rey, Minas Gerais, propôs que todos os animais sem dono deviam ser recolhidos. O critério era bem simples: se o bichinho ficasse mais de 48 horas na rua, seria levado e liberado para qualquer um que quisesse adotar, e o município não se responsabilizaria no caso de óbito ou dano ao animal. Exceto suínos, esses sim poderiam ser abatidos. Às vezes fica impossível definir quem é o irracional.

5. É proibido tocar músicas estrangeiras

Em 02 de junho de 1986, o famoso cantor e humorista Moacyr Franco propôs, na época em que trabalhou como deputado federal, limitar a reprodução de músicas estrangeiras nas rádios do país. A proibição aconteceria em determinados horários do dia.

6. Alteração do brasão das Forças Armadas

Clodovil Hernandes, quando deputado, pretendia trocar o brasão das Forças Armadas: em vez do ramo de fumo ser nosso símbolo nacional, seria a cana-de-açucar.

7. Exame de próstata obrigatório

Clodovil Hernandes também teve a ideia de fazer com que homens acima de 40 anos fossem obrigados a ter sua próstata examinada. A obrigatoriedade faria parte do exame admissional.

8. Ovniporto

Mais curioso do que o nome, só a ideia. Depois de 4 anos vendo “coisas estranhas” no céu do município de Bocaiúva do Sul, o prefeito na época, Elci Berti, resolveu que era hora de ter o primeiro “ovniporto” do mundo. Segundo suas contas, o projeto custaria cerca de R$1.5 milhão.

9. É proibido homossexuais morarem na cidade

Mais uma de Bocaiúva: o prefeito Elci Berti achou melhor que homossexuais não pudessem fixar moradia na cidade dele, por não trazerem nenhum benefício às pessoas e crianças. Posteriormente, ele se redimiu dizendo estar brincando.

  • A proposta 2 e 4 eu apoiaria. Antes de escrever um outdoor ou letreiro, o autor deveria pelo menos olhar o dicionário como escreve. Acho que quem quer ter animal, deve cuidar dele. Cuidar da vacinação, alimentação e principalmente pela saúde do bichano. Se está na rua , então não tem dono. As prefeituras deveriam recolhê-los e dar um prazo de 48 horas para resgatarem, caso contrário, colocá-los para adoção. Para os cavalos, jegues, vacas e etc, estes deveriam ser doados às fazendas próximas a região ou vendidos por preços irrisórios, que pague o custo do recolhimento. Sem falar nos cães que deveriam ser proibidos de passear sem as focinheiras.