As 42 mortes mais bizarras da História

Ao ler esse post pode-se afirmar que a Dona Morte tem senso de humor. Baseado no “Darwin Award’s” , o famoso prêmio internacional que prestigia a idiotice humana, essas são as 42 mortes mais bizarras registradas na História. Confira:

42. O que a falta de uma geladeira faz

Francis Bacon foi uma das pessoas mais influentes do século XVI. Político, filósofo, escritor e cientista, inclusive houve rumores que havia escrito algumas das obras de Shakespeare. Porém todo esse brilhantismo não o salvou de uma morte um tanto quanto idiota. O sujeito morreu recheando uma galinha com neve. Em uma tarde de 1625, Bacon estava olhando uma tormenta de neve e pensou que a neve poderia conservar a carne da mesma forma que o sal. Decidido a provar, comprou uma galinha em uma vila próxima, a matou e foi para fora de casa para ver como a galinha coberta de neve se congelava. A galinha nunca se congelou, mas Francis Bacon sim. A façanha resultou em uma pneumonia que o levaria a morte.

41. Roleta russa da pesada (1999)

Três amigos bebiam num boteco quando um deles voltou com uma mina terrestre anti-tanque, que estava em seu quintal por mais de 25 anos. Com o artefato na mesa o trio passou a jogar roleta russa, tomando um trago de bebida e posteriormente batendo na mina. Minutos depois e ” boom”: não sobrou nenhum pedaço dos amigos pra contar história.

40. Carro a jato (1995)

Um sargento da força aérea americana instalou em seu Chevy Impala 1967 uma turbina a jato utilizada para dar maior impulsão em caças militares. Com o aparato indevidamente instalado, o oficial rumou para o deserto do Arizona e ligou a turbina. Moral: o carro explodiu após praticamente voar pela estrada, mandando o tal sargento pelos ares. Reza a lenda que o adesivo “Como estou dirigindo?” foi encontrado entre os destroços do veículo.

39. Por abraçar o reflexo da lua.

O poeta chinês Li Po é considerado um dos dois maiores da história literária chinesa. Era muito conhecido por ser um bebedor inveterado e sabe-se que escreveu muitos de seus grandes poemas enquanto estava bêbado. E “bebaço” estava à noite em que caiu de seu barco se afogou no rio Yangt-ze ao tentar abraçar o reflexo da lua na água.

38. Pela barba.

O austríaco Hans Steininger ficou famoso por ter a barba mais longa do mundo (de quase um metro e meio) e por morrer por causa dela. Num dia de 1567 teve um incêndio em sua cidade e na fuga Hans esqueceu-se de enrolar sua barba, pisou sobre ela, perdeu o equilíbrio, tropeçou e quebrou o pescoço.

37. Segurando o xixi

O nobre e astrônomo dinamarquês Tycho Brahe era um personagem interessante. Tinha um alce treinado como animal de estimação e também perdeu a ponta de seu nariz num duelo com outro nobre dinamarquês e teve que usar um nariz falso feito de prata e ouro, mas essa é outra história. Diz-se que Tycho teve que segurar a vontade de ir ao banheiro durante um banquete particularmente extenso em 1601 (levantar-se no meio de um jantar era considerado como algo realmente ofensivo), a tal ponto que sua bexiga, levada ao limite, desenvolveu uma infecção pela qual morreu. Análises posteriores sugeriram que Tycho morreu em realidade por envenenamento com mercúrio, mas essa conclusão não é tão interessante como a história original.

36. Gordice

O rei Adolfo Federico da Suécia amava comer e morreu por isso. Conhecido como “O rei que comeu até morrer”, faleceu em 1771 com 61 anos por causa de um problema digestivo depois de comer, literalmente, “mais que a barriga”. O jantar do comilão era composto de lagosta, caviar, chucrute, sopa de repolho, cervo defumado, champanhe e catorze pudins de leite recheados com amendôas, seu doce preferido

35. Pelotada de morte

Ray Chapman, jogador do Cleveland Indians, foi assassinado por uma bola de beisebol. Naquela época, os lançadores costumavam sujar a bolinha antes de lançá-la para que ficasse mais difícil de ver. Em 6 de agosto de 1920 num jogo contra o New York Yankees, Carl Mays, lançador dos Yankees, lançou uma pelota suja contra Chapman, que não a viu e recebeu o golpe fatal bem no meio da testa.

34. Lixo, muito lixo

Homer e Langley Collyer eram arquivistas compulsivos. Os dois irmãos tinham medo de desfazer-se de qualquer coisa, e colecionaram obsessivamente diários e outros lixos em sua casa. Inclusive prepararam armadilhas nos corredores e portas para proteger-se dos intrusos. Em 1947, um telefonema anônimo denunciou que tinha uma pessoa morta na casa dos irmãos, e após enfrentar grande dificuldades para entrar, a polícia encontrou o corpo de Homer Collyer. Duas semanas mais tarde, após a retirada de cerca de 100 toneladas de lixo, finalmente encontraram o corpo de Langley Collyer parcialmente decomposto, a alguns poucos metros além de onde tinham encontrado seu irmão. Aparentemente, Langley estado tentando levar comida para Homer engatinhando sobre os túneis entre pilhas de diários quando disparou uma de suas armadilhas. Dias depois, Homer morreu de fome.

33. Uma notícia nada agradável

Christine Chubbuck foi a primeira e única apresentadora de noticiário a suicidar-se durante um programa ao vivo. Em 15 de julho de 1974, aos oito minutos de programa, a deprimida repórter disse:
- “Para manter a política do canal 40 de trazer-lhes o último em matéria de sangue e violência, ao vivo e a cores, aqui têm outra primícia: uma tentativa de suicídio”. – E a seguir, Chubbuck sacou um revólver e disparou contra a própria cabeça.

32. Por afogamento numa festa de salva-vidas.

Em 1985, para celebrar seu primeiro ano sem ter que lamentar nenhum afogado, os salva-vidas do departamento de recreação de Nova Orleans decidiram fazer uma festa. Quando a festa terminou, um convidado de 31 anos chamado Jerome Moody foi encontrado morto no fundo da piscina do clube.

31. Olha no que dá imitar os outros (1991)

Em 1991, uma mulher tailandesa de 57 anos chamada Yooket Paen estava caminhando por sua fazenda quando escorregou em um monte de bosta de vaca, se agarrou em um fio da cerca viva (que mantinha o gado confinado) e foi eletrocutada até a morte. Dias depois de seu funeral, sua irmã estava mostrando aos vizinhos como tinha sido o acidente quando ela também escorregou agarrou o mesmo cabo, e morreu igual a sua irmã.

30. Ovelha do Mal (1999)

Em 1999, uma mulher inglesa de 67 anos, Betty Stoobs, levava um pacote de feno na parte detrás de sua motocicleta para alimentar suas ovelhas. Aparentemente, as ovelhas estavam muito famintas e quarenta delas avançaram sobre o feno e atiraram Stoobs num barranco. A mulher sobreviveu à queda, mas morreu quando a moto caiu em cima dela, empurrada também pelas ovelhas.

29. Gamer Ultra Hardcore (2005)

O StarCraft é um jogo multiplayer online em que você comanda uma frota de guerreiros espaciais. O game é tão popular que jogadores profissionais (sim, jogadores profissionais) chegam a ganhar US$ 100 mil por ano. Em 2006, um coreano de 28 anos, identificado apenas pelo sobrenome Lee, passou mais de 50 horas quase ininterruptas na frente de um computador. O rapaz sofreu uma parada cardíaca minutos depois de parar de jogar. O vício era tanto que Lee chegou a abandonar o trabalho para ficar mais tempo jogando.

28. Diabo Fake

Onze pessoas pularam pela janela de um apartamento em Versailles, subúrbio de Paris, após acreditarem ter visto o diabo. O pânico tomou conta dos moradores do apartamento, no segundo andar de um prédio, quando um homem sonolento que andava nu pela casa foi confundido com o diabo. O incidente ocorreu de madrugada, e ao que parece, o homem levantou para alimentar o filho que chorava na cama.”Treze pessoas estavam no apartamento do segundo andar e por volta das três da manhã um dos ocupantes ouviu o filho chorar”, explicou à AFP Odile Faivre, da promotoria de Versailles. “O homem em questão, de origem africana, se levantou para alimentar o filho e como estava totalmente nu, foi confundido com o diabo”.
“O grupo atacou o homem e o feriu com uma facada na mão, antes de expulsá-lo do apartamento, mas ele tentou voltar e foi aí, que tomados pelo pânico, pularam pela janela”, revelou Faivre. No incidente, um bebê azarado (por estar na presença desses malucos) de quatro meses morreu e outras sete pessoas sofreram traumatismos múltiplos.

27. A mulher que morreu atingida por uma placa de restaurante

Diane Durre, de Nebraska (EUA), morreu ao ser atingida por uma placa do restaurante Taco Bell. A placa ficava em um poste de 23 metros de altura e, por causa de uma ventania, arrebentou onde havia uma emenda soldada. Durre criava cães e tinha ido vender animais para um casal. Ela marcou de encontrar com os clientes às 13 horas e levou seu marido, Mark, com ela. Meia hora antes do horário marcado, ela já estava lá e foi justamente quando a placa arrebentou e caiu sobre o carro. Diane morreu na hora.

26. O advogado que quebrou o vidro inquebrável (1993)

Em 9 de julho de 1993, Garry Hoy, advogado de Toronto (no Canadá) caiu para sua morte diante de um bando de estudantes de direito. Para mostrar que os vidros do prédio eram inquebráveis, ele ficava dando pancadas com o ombro na janela. Era um truque que ele sempre repetia, ali, no 24º andar. O vidro não quebrou, mas desencaixou de sua moldura e despencou, junto com Hoy, em uma queda de 92 metros.

25. O homem que caiu no tonel de chocolate (2009)

Vincent Smith era empregado de uma fábrica de chocolate em Camdem, New Jersey (EUA) e, em julho de 2009, estava descarregando chocolate quando escorregou e caiu dentro do tanque de mistura, repleto de chocolate derretido à temperatura de 50 graus. Smith foi atingido na cabeça por uma das pás gigantes que misturam o chocolate e ficou 10 minutos submerso em chocolate antes de ser resgatado.

24. O viúvo que morreu picado por abelhas na cremação da esposa

Jaam Singh Girdhan Barela morreu, em Khargone, na Índia porque, durante a cremação da sua falecida esposa, as chamas irritaram atingiram uma colméia e as abelhas avançaram contra as pessoas que estavam por lá. Os convidados fugiram, mas o viúvo permaneceu para concluir o ritual e recebeu mais picadas que seu corpo foi capaz de suportar.

23. O engolidor de fogo que foi arrotar e explodiu (1998)

Em 23 de janeiro de 1998, o romeno Vlad Cazacu fazia sua performance de pirofagia em um espetáculo circense, quando deixou escapar um arroto e explodiu. O publicou achou que era parte do número e ficou esperando que ele se levantasse. Cazacu nunca se levantou.

22. A stripper que morreu dentro do bolo (1997)

Em agosto de 1997, um grupo de amigos contratou uma stripper para emergir de dentro de um bolo em uma festa de despedida de solteiro. O bolo chegou, foi levado para a festa e nada da stripper pular de lá de dentro. Todo mundo achou que ela havia desistido, mas ela foi encontrada morta dentro do bolo. Gina Lalapola, de 23 anos, morreu sufocada por ficar por tempo demais no interior do bolo, que não tinha nenhuma saída de ventilação.

21. Um homem e seu cavalo (2005)

Em 2005, um homem foi encontrado morto em seu rancho , em Washington. Foi descoberto que ele tinha morrido de hemorragia interna depois de ter tido relações sexuais com seu cavalo. A polícia investigou e logo descobriu que o homem fazia parte de cultos perturbadores onde participava regularmente em bestialismo. Também foi encontrado no seu armazém uma grande quantidade de pornografia com animais . Foi tanta a bizarrice em torno deste caso, que ninguém foi acusado após o incidente .

20. OLHA A FACA!(2005)

Christopher,19 anos, sentiu falta de algumas garrafas de licor em seu bar. Suspeitando do vizinho, ele teve uma brilhante idéia de vingança: iria se esfaquear e acusar o cara! Começou o auto-esfaqueamento: na primeira facada, tudo bem. Na segunda, a faca atingiu uma das artérias do coração, e Christopher foi beber licor em outra dimensão.
Dias depois, a polícia inocentou o vizinho do roubo das garrafas – ele nem estava na região quando rolou o crime.

19. Holandês voador (2004)

Um garoto de 19 anos queria provar aos amigos que conseguia correr na mesma velocidade do carro em que estavam viajando – os caras estavam bem devagar, a uns 32 km/h. O plano era saltar, correr ao lado do carro e voltar num pulo. Só que, na hora em que o infeliz tocou o solo, caiu e bateu com a cabeça no asfalto. Um pequeno passo para o homem, um salto direto ao Darwin Awards.
Para comparar, o jamaicano Asafa Powell, recordista mundial dos 100 metros rasos, corre a prova a 36,8 km/h.

18. É proibido fumar (2006)

Quando um médico diz que você não pode fazer determinada coisa é melhor obedecer, né? Philip Hoe, um aposentado de 60 anos, estava fazendo um tratamento de pele à base de parafina e não podia fumar. Bobagem, um cigarrinho não faz mal a ninguém, pensou o cara. Philip acendeu o troço e aliviou-se com a nicotina no organismo. Maaaaas…
O cara quis apagar a bituca do cigarro com o tênis – e tinha escorrido um pouco de parafina no pisante. Altamente inflamável, o produto transformou o inglês em uma tocha humana ao entrar em contato com a brasa.

17. Uma mente brilhante (2003)

Responsável pela limpeza de tanques de armazenamento de gasolina em caminhões, o brasileiro Manoel Coelho seguia o protocolo à risca: enchia os tanques de água para forçar a saída do vapor inflamável, um procedimento-padrão que evita explosões. Naquele 29 de janeiro de 2003 ele precisou checar o nível da água em um dos tanques. Como estava muito escuro, ele acendeu um isqueiro para clarear a área. Hummm…
Ele descobriu da pior maneira – voando 100 metros pelos ares – que ainda havia combustível no tanque.

16. Velocidade máxima (1997)

Quer coisa melhor do que sair um pouco do escritório e tirar a cabeça dos problemas? Uma empresa na Holanda ofereceu um dia de passeio em grupo. Sabe quando o motorista do ônibus fica pedindo para não colocar a cabeça pra fora da janela? Dois funcionários resolveram sentir o vento nos cabelos, contrariando o sábio aviso.
Infelizmente, havia um viaduto no meio do caminho. A cabeça deles não foi arrancada de forma completa, como em um desenho animado – mas ficou suficientemente ferida para provocar a morte imediata de ambos.

15. O Piloto surgiu! (1997)

O carregador Marcelo Dias dos Santos provou na prática a dureza do ditado “na hora errada, no lugar errado”. Distraído pelo som de um cd player, o cara pedalava sua bike numa boa quando foi atropelado e morreu. O fato não seria assim tão bizarro, não fosse o fato de o “veículo” ser um Sêneca, prefixo PT-RVA – ou seja, um avião bimotor, cujo piloto não viu o ciclista.
Antes de culpar o aviador, não podemos deixar de mencionar que Marcelo estava pedalando pela pista do aeroporto da cidade…

14. Mar em fúria (1997)

Buscando paz e sossego na praia de Outer Banks, na Carolina do Norte, o americano Daniel Jones resolveu cavar um buraco na areia e relaxar. Era um senhor buraco, de 2,5 metros de profundidade – o cara realmente queria privacidade! O problema é que a ressaca do mar não respeitou muito esse desejo: com a maré subindo, uma onda forte invadiu o buraco, levando uma mistura de água e areia pra cima do pobre Daniel.
Vários banhistas tentaram abrir o buraco usando pás de brinquedo, mas não adiantou. Daniel Jones foi declarado morto no mesmo dia.

13. FRANGAMENTE!(1995)

Sabe aquele programa antigo do Sílvio Santos em que o participante tinha os ouvidos tapados por um fone enquanto o “patrão” perguntava coisas do tipo: “Você trocaria sua vida por um frango?” Brincadeira, claro. Mas, no Egito, seis pessoas disseram “siiiiim” na vida real. Elas morreram afogadas em um poço, após mergulharem para tentar salvar uma galinha. Inicialmente saltou o dono do galináceo, que começou a se afogar. Depois, um parente depois do outro, tentando salvar o cara. O problema é que nenhum deles sabia nadar.
Ah, sim, a galinha. Ela sobreviveu.

12. Tartarugada

Ésquilo foi um escritor grego de 500 a.C. Muitos historiadores o consideram o pai das tragédias gregas.
Um belo dia, Ésquilo estava passeando quando uma águia deixou cair uma tartaruga em sua cabeça e matou o cara. Segundo a lenda, as águias capturavam as tartarugas e as abriam jogando-as contra as rochas. Uma águia confundiu a cabeça de Ésquilo com uma pedra (era careca) e lhe lançou uma tartaruga.

11. Mula sem cabeça (1995)

Qual o motivo que mais leva os homens a fazer idiotices? A tentativa de impressionar as mulheres, lógico! Foi o que rolou com um grupo de beberrões na Polônia. Para fazer uma graça com as gatas do bar, eles começaram uma competição para saber quem era o mais macho. Um dos participantes pegou pesado ao cortar um pedaço do pé com uma motosserra! Temos um campeão? “Não, veja isso”, gritou o fazendeiro Krystoff Aznisnki, antes de levar a motosserra em sua direção e cortar a própria cabeça com o equipamento.
“Morreu como um homem”, disse um amigo. Será?

10. Vingança maligna (1998)

Matthew David Hubal estava brincando de esqui-bunda numa montanha da Califórnia com os amigos, quando, às 3 da manhã, trombou de frente com um poste. Detalhe: bem no poste do qual havia retirado a espuma de proteção, que estava lhe servindo de esqui…

9. Relógio-Bomba (1999)

Um grupo de terroristas palestinos planejava um atentado com carros-bomba em duas cidades israelenses. Estavam tão tensos que se esqueceram que uma das cidades havia acabado de entrar no horário de verão. Um dos carros explodiu uma hora antes do previsto, matando 3 terroristas em pleno trabalho.

8. Roleta-portuguesa (2000)

Roleta-russa já não é das 1 000 brincadeiras mais seguras e inteligentes que existem. Imagine, então, se a pistola for semi-automática, daquelas que sempre colocam a bala na agulha. Pois é, Rashaad, um americano de 19 anos, esqueceu desse detalhe, mas ganhou menção honrosa no Darwin Awards de 2000.

7. Neurônios em curto (2001)

O americano Ismael, 25 anos, dirigia uma caminhonete quando perdeu o controle do carro e bateu em um poste de luz, derrubando fios de alta voltagem. Ele saiu ileso, mas foi encontrado eletrocutado com uma tesoura na mão. Sim, ele tentou livrar a porta do carona cortando a fiação de “apenas” 7500 volts.

6. Assobia ou chupa cana (2002)

Gerald ia ser parado pela polícia por dirigir perigosamente. Lembrando-se que o carro era roubado, resolveu abandonar o veículo e fugir a pé. Mais: tentou dispersar os oficiais atirando para trás com sua pistola 9 mm. Sem qualquer habilidade para correr e atirar ao mesmo tempo, o bandido conseguiu acertar a própria cabeça.

5. Com emoção (2003)

Ansiosa para andar em uma das montanhas-russas mais temidas do mundo, em Indiana, nos EUA, Tamar, 32, quis dar mais emoção à corrida. Ao chegar ao ponto mais alto, a moça, pós-graduada em Harvard, soltou os cintos e se levantou. O trem continuou seu percurso. Sem Tamar, que foi direto para o chão.

4. Cabeça quente (2004)

A cena: um homem atravessado na janela de seu apartamento com o rosto dentro da pia, cheia de água quente. A conclusão: ele voltou bêbado de uma noitada e decidiu entrar em casa pela janela mesmo. Ficou preso e, na tentativa de se soltar, acabou abrindo a torneira. Morreu afogado e com as chaves de casa no bolso.

3. Idéia explosiva (2005)

Para facilitar sua vida, o croata Marko bolou um sofisticado limpador de chaminés: uma vassoura alongada com uma corrente. Só faltava algo pesado para acoplar ao invento e fazê-lo descer sem erro. Encontrou o objeto perfeito, só não sacou que era uma granada. Durante a solda, a bomba explodiu. A chaminé continuou intacta.

2. À prova de cérebro (2006)

Um homem de 33 anos foi encontrado morto na entrada de casa, no Reino Unido, com ferimentos de faca no peito. A polícia suspeitava de assassinato, quando sua esposa confessou ter ouvido o marido se questionar se a sua nova jaqueta seria à prova de facas. Fez o teste e constatou que não era.

1. Pinga marvada (2007)

Michael era um alcoólatra, mas tinha uma doença bucal que o impedia de beber. Então, resolveu tomar por outro orifício – sim, existe um aparato bolado para introduzir líquido no intestino através do ânus. Só que Michael encheu a bolsinha com mais bebida do que agüentava. Adivinha? Morreu de overdose.

28 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Current ye@r *