Aproveitando que a imprensa internacional anda falando muito sobre o tema depois que o Huguito abriu a boca para falar que o “câncer presidencial” é resultado de uma tecnologia americana, nós do Ah Duvido resolvemos fazer esse post. O post ficou muito grande, por isso foi dividido em duas partes, sendo a primeira, os 25 primeiros itens da lista. Antes de iniciar esse post, quero deixar claro duas coisinhas: Primeiro, o post trata de expor as teorias das conspiração e não de julgá-las ou apontar essa como certa ou errada, embora em alguns itens você perceberá nossa opinião, entretanto vai do ponto de vista de cada um classificar tal teoria como verdadeira ou pura invenção da mente humana ( tem algumas que nem temos como negar que não seja apenas isso ). Segundo, a maior parte dessas teorias foram extraídas da internet em suma, no entanto algumas delas apresentam várias versões e ramificações que não serão apresentadas aqui, mesmo porque, teorias muito abrangentes como aquelas que envolvem os illuminatis tem tantas versões que daria de fazer um top 50 apenas falando sobre isso.
Toda história tem várias versões e cada versão depende do ponto de vista de quem a conta. Geralmente, para evitar discussão e mais confusão, o coletivo adota o que chamamos de “versão oficial”, quase sempre emitida por um órgão que seja de confiança do povo. Não obstante, muitos acontecimentos no decorrer da História mostram que aquilo que é apresentado como versão oficial nem sempre é a realidade do acontecido. E, nesse ponto é onde surgem as Teorias da Conspiração. Teoria da Conspiração nada mais é do que uma versão alternativa à versão adotada pela maioria para explicar determinado evento. Confronta geralmente com o que é dito a população, apontando grandes farsas que são apresentadas para encobrir algo sinistro e que seria a verdade sobre o fato. Comumente não é aceita por boa parte daqueles que tem acesso, por falta de provas ou por parecerem muito fantasiosas, fantásticas ou apelativas. Ainda assim, algumas delas apresentam explicações mais lógicas para o ocorrido do que a própria versão oficial. Essa é a nossa pequena lista sobre esse assunto tão fantástico quanto assustador. Confira as “As 50 Teorias da Conspiração que você deve conhecer” (lembrando que a ordem não representa importância)

50. Assassinato de John Fitz-gerald Kennedy

Dallas, Texas, 2 de novembro de 1963. Durante um passeio com uma limusine aberta, o então presidente dos EUA, John F. Kennedy, é assassinado frente a multidão que acompanhava a carreata. Horas depois, a polícia prende Lee Harvey Oswald, um ex-soldado, acusado de ser o autor dos disparos que levaram a óbito JFK. Dois dias depois Oswald é assassinado em frente as câmeras de TV. A versão oficial diz que Lee era um comunista maluco, autor dos três disparos que mataram o presidente. No entanto, todos que analisaram esse caso sabem que essa versão tem mais furos que queijo suíço. Filmagens amadoras, gravações de áudio, depoimentos de testemunhas provam que foram disparados quatro tiros e não três como na versão oficial. Na perícia, foi comprovado que o rifle de Oswald só havia disparado três vezes. Quem havia dado o quarto tiro? Havia um segundo atirador no local. Claro, o governo negou tudo. E isso levou a criação da tese da Bala Mágica, que é um tanto debochada: Se Oswald foi mesmo o responsável e foram disparados apenas três tiros e sabendo que a primeira bala errou o alvo e acertou um pedestre e a segunda estourou a cabeça do presidente, de onde vieram os malditos sete outros ferimentos restante? Se a versão oficial estiver certa, a bala de Lee Oswald era mágica e veja o porquê: ela entrou por trás do pescoço de Kennedy, saiu pela frente, virou a direita, depois a esquerda, entrou nas costas do governador Connally, saiu pelo peito, atravessou seu pulso direito e acabou na sua perna esquerda. Eu sei, você pode até achar graça disso mas a versão oficial afirma que foram apenas três tiros e um único atirador, logo, apenas essa hipótese é possível. Os teóricos da conspiração não aceitaram essa versão. Entre as varias teorias da conspiração que surgiram, a mais aceita é que a CIA foi responsável pelo assassinato de JFK. Kennedy era contra os projetos completamente anti-éticos criados pela CIA para favorecer os EUA. Entre eles, o mais sombrio de todos, Operação Northwoods, uma operação maníaca da CIA que visava acabar com o poderio comunista que crescia em Cuba gerando uma guerra entre os países. Para isso, a CIA planejou uma série de ações terroristas violentas nas cidades dos E.U.A, com o propósito de culpar Cuba pelos atentos e conseguir que a opinião publica ficasse do seu lado quando anunciassem a guerra. Ao apresentar o projeto ao presidente Kennedy, receberam rejeição imediata, além do que, o próprio presidente ficou tão cismado com o fato que tratou de levantar uma série de medidas para limitar o poder da CIA. Três anos depois, Kennedy é assassinado em Dallas.
O interessante dessa teoria é que ela faz muito mais sentido que a versão oficial. É muito mais sensato, na minha opinião, acreditar que existia um segundo atirador do que uma bala mágica que faz de tudo. Mas cabe a cada um julgar, o povo americano acredita na versão oficial e você?

49. Astros do Rock, mortos…ou talvez não


“Elvis não morreu”, provavelmente você já deve ter escutado essa frase. Pois bem, ela provém de uma teoria da conspiração que diz que Elvis não morreu, decidiu sumir pois não suportava mais a fama, forjando sua própria morte. Mas se engana se você pensa que ele é o único. Michael Jackson também está na lista daqueles que forjaram suas mortes. Sem falar de Jim Morrison, dos The Doors, que segundo os conspiradores, não morreu e virou um agente secreto, enterrando um sósia no seu lugar. Outro da lista que gosta muito da palavra sósia é Paul McCartney, pois diz a lenda, que o Paulzinho que está vivo e tocando pelo mundo hoje é na verdade um sósia do Paul McCartney original. O engraçado disso tudo é que os Beatles, por algum motivo, inseriram em suas obras, como na capa de Sgt. Peppers e na música “Im so tired” (tocada ao contrário) menções sobre a morte de Paul. Por que fizeram isso? Vai saber….
Jimi Hendrix também é parte da lista dos conspiradores. A TdC diz que Hendrix foi morto pela CIA, afogado em um barril de vinho, pelo fato de ser encontrado muito vinho em seus pulmões durante a autopsia. O motivo foi porque Hendrix havia se tornado uma referencia popular e apoiava causas que, do ponto de vista da CIA, eram demasiadamente subversivas, como o total desprezo pelo poder estatal. Isso irritou gente do alto escalão e antes que a idéia ganhasse força, mataram o pobre. A versão oficial diz que foi dorgas, manolo!

48. Experimento Filadélfia


O ano era 1943. A expansão de tecnologia bélica estava a toda. O objetivo era mudar o rumo da Segunda Guerra Mundial. Em um estaleiro da Marinha, na Filadélfia, um conselho de cientistas estava pronto para colocar em pratica um dos projetos mais audaciosos já concretizados: o Projeto Rainbow ( que futuramente se transformaria no projeto “Monstro” Montauk), tinha como objetivo criar um navio invisível aos olhos humanos. Segundo os conspiracionistas, a marinha Americana conduziu o experimento no dia 28 de outubro de 1943, usando o destroier U.S.S. Eldridge, sob o comando de Dr. Franklin Reno, em uma ousada aplicação militar da Teoria do Campo Unificado. Eram tempos sombrios, onde a ética e a sensatez eram esquecida em prol da rapidez nos resultados que poderiam determinar a vitória na guerra. Por esse motivo, a tecnologia foi utilizada sem haver um conhecimento profundo da mesma. E o que os cientistas descobriram foi que eles meteram o nariz no lugar errado. Envolto a uma nuvem esverdeada, o Eldridge sumiu dos radares e ficou invisível à todos que acompanhavam o experimento. Entretanto, a operação não foi um sucesso. Isso porque, a teoria conta que o Eldridge não ficou invisível de fato. O que os cientistas descobriram de maneira acidental foi como abrir uma fenda no espaço-tempo. De acordo com os poucos sobreviventes da operação, o destroier foi teletransportado para Norfolk, Virginia, 600 quilometros do ponto original , 40 anos no futuro e lá permaneceu navegando pelas águas, em uma tarde ensolarada de 1983, durante 15 minutos e se rematerializou no estaleiro da Filadélfia após esse tempo. Ok! Mas o que há de errado nisso, foi uma grande proeza não? Sim, certamente foi, a não ser, claro, pelo fato que grande parte da tripulação estava fundida com o metal do navio. Os sobreviventes ficaram loucos e dizem que apenas 3 deles conseguiram relatar o que havia ocorrido durante o período de quarentena. Pouco tempo após o incidente foi criado o Projeto Fenix, continuação do PF, que tinha como proposito estudar os porquês dos porquês do Projeto Filadélfia. Logicamente, o governo americano negou tudo e diz não passar da mais pura imaginação popular.

47. Projeto Montauk

Como dito no item anterior, o projeto Montauk era um projeto monstro que segundos relatos é uma derivação do Projeto Rainbow. Quando digo “monstro” é tanto no sentido de “aterrorizante” quanto no sentido de “absurdamente grandioso”. Quem estudou um pouco da História dos E.U.A sabe que eles vivem de hipocrisia. Para o resto do mundo dizem que são defensores da liberdade e todo aquele “blá blá blá” de “nós somos os mocinhos”. No entanto, a história mostra outro aspecto, mostra a real face desse país que sustenta os seus pilares nas guerras que cria. Faltou recurso, eles criam uma guerra! Economia anda fraca, eles criam uma guerra! Os pretextos são sempre os mais ridículos possíveis. A verdade é que eles, no fundo, desejam dominar o mundo… só não tem a arma certa para isso…. ainda! Não, não, o Projeto Montauk não é mais uma tentativa frustrada do “Pink & Cerebro” mas bem que poderia ser.
Existem muitas vertentes sobre a História da Origem do Projeto Montauk. Alguns afirmam que ele começou na Segunda Guerra Mundial, um projeto ousado que tinha como único proposito: encontrar tecnologias revolucionárias capazes de terminar definitivamente com qualquer ameaça aos EUA, derivado de um projeto anterior, o projeto Rainbow. Outros, todavia, dizem que começou em 1971, com a intenção de trazer mais poder à um escalão do governo americano. Independente do seu inicio e do seu próposito, esse projeto foi uma das coisas mais malucas que já foram feitas. Teóricos da conspiração relatam através de depoimentos de militares, políticos, cientistas que dizem terem participado dessa chimera cientifica que mais de 7 trilhões de dólares foram gastos em 10 anos de pesquisa. Esse alto custo se deve ao foco dos experimentos: estudo da viagem no tempo, hiperespaço, controle mental, genética avançada para criação de super-humanos, estudo de habilidades paranormais, imortalidade, controle do clima, entre outras completas bizarrices – praticamente um parque de diversões para o Dr. Water Bishop, de Fringe. Inicialmente, quando o projeto não tinha ramificado em diversos outros projetos, o local escolhido para abrigar essas doideras era Air Force Station (ou Camp Hero) em Montauk, Long Island. Sabe-se que o projeto Montauk deixou de ser denominado assim no final dos anos 80 e passou a uma nova etapa o qual iremos falar mais adiante. Preciso dizer que o governo sempre negou tudo? Sobre as provas, as únicas encontradas foram alguns documentos codificados que pouco se sabem sobre o real significado e os depoimentos de supostos envolvidos. E, claro, o dinheiro que foi gasto… que gerou um rombo enorme e que levantou suspeita. Porém, como trata-se de uma operação militar confidencial, os arquivos pertencem ao Exército, não podem ser investigados pelo Estado, a não ser por uma ordem presidencial. Sinceramente, todo presidente sabe que mexer com o poder do Exercíto não é uma boa opção, logo, o segredo será mantido.

46. MAJESTIC 12

Um dos principais temas abordados pelas teorias da conspiração é a hipótese de que o governo que conhecemos é falso, um teatro que serve de fachada para algo maior que está camuflado e que é o verdadeiro responsável pelas ordens e ações no mundo. Entre esses supostos governos, temos o de codinome Majestic 12. Segundo o ufólogo William L. Moore, Majestic 12 foi um departamento criado inicialmente para lidar com os extraterrestre. Teve seu começo com presidente dos EUA, Harry S. Truman, em 1947, após o incidente de Roswell, caso que haveria chamado muito a atenção do presidente pelo seu “potencial”. A principio era um comitê que englobaria os maiores cientistas, lideres militares e lideranças políticas do mundo com o intuito de estudar todo tipo de tecnologia alienígena, assim como, consolidar contatos com outras raças extraterrestre. Entretanto, com sucesso de alguns projetos, esse seleto grupo percebeu que estava com uma valiosa “arma” na mão. A tecnologia alienígena era inacreditável, capaz de realizar feitos que nós, homens, sequer poderíamos imaginar. E a ganancia apareceu e de um departamento virou um governo. Agora seriam essas pessoas as responsáveis por controlar o mundo, manipulando-o a sua vontade. Algumas versões dizem que o MJ12 é apenas mais um “tentáculo” do governo dos Illuminatis. Existe também a versão que diz que o MJ12 é na verdade uma matriz de um governo alienígena aqui na Terra e que as ordens provinham diretamente dos cabeçudos cinzentos apelidados de Gray’s.

45. MIB

Aproveitando o gancho do item anterior, vamos falar deles, os Homens de Preto. Teoricos da Conspiração dizem que eles estão em qualquer incidente que envolva contato alienígena. O objetivo seria manter em segredo qualquer informação sobre esses seres extraterrestres. Esses agentes teriam carta branca para fazer o que estivessem ao seu alcance para manter esses incidentes longe dos olhares do público. Queima de arquivo, desaparecimentos de pessoas ditas envolvidas com ufologia, sequestro, entre outros delitos seriam cometidos para privar quem quer que seja do conhecimento desses fatos. Alguns ufólogos dizem que já tiveram contato com esses sujeitos e que eles tem um comportamento padrão: chegam ao local do incidente, isolam o lugar em um raio de 10km, recolhem todo o material, queimam o que não interessa e somem com qualquer pessoa que esteja a par do caso…que aparece dias depois, sem saber de nada. No filme MIB, esse ultimo é tratado com um certo humor, quando os agentes usam o flash para apagar a memoria e reprogramar as pessoas que sabiam de algo.

44. Illuminatis

Já que estamos falando de governos secretos por que adiar mais? Vamos falar logo deles, os reis das acusações dos conspiracionistas, os Illuminatis. Entretanto, decidi dar esse espaço à outros. Falar dos illuminatis é complicado, eles são como imãs de conspiracionistas, religiosos, trolls, céticos entre outro tipos de gente que apareceram aqui para reclamar da versão que colocaria na lista, com certeza. Tudo isso porque existem inúmeras versões do que eles são e de onde vieram. Ninguém sabe qual está certa. Vou expor algumas aqui sobre sua história encontrado no blog “A Agenda Secreta” porém se você souber outra, favor colocar nos comentários, sem escândalo.

Haxaxinos – Você já jogou Assassins Creed? Então já sabe de quem estamos falando. Essa Ordem foi temida por diversos povos e teve seu auge em 1090. Em History of Secret Societies, de Akron Daracul, o autor remonta a origem dos Illuminati ao século XI. Vê a sua origem na seita islâmica dos ismaelitas, também conhecida por Ordem dos Assassinos. Vencidos no século XIII, regressariam mais tarde com uma filosofia nova e menos violenta, tornando-se eventualmente na seita ismaelita de hoje, liderada pelo Aga Khan. No século XVI, contudo, no Afeganistão, os Iluminados(Roshinaya) repescariam as tácticas originais dos assassinos. Seriam liquidados por uma aliança entre os mongóis e os persas: “Mas o início do século XVII veria a fundação dos Iluminados de Espanha–os Allumbrados, condenados em 1623 por um édito da Santa Inquisição. Em 1654, os Guérinets ´iluminados´ tornaram-se notados em França”. E finalmente – e o que mais nos interessa – os Illuminati da Baviera foram fundados no dia 1º de Maio de 1776, em Ingolstadt, na Baviera, por Adam Weishaupt, um antigo jesuíta. “Documentos ainda extantes mostram vários pontos de semelhança entre os Iluministas alemães e os da Ásia Central”. Os Illuminati de Weishaupt foram suprimidos em 1785 pelo governo Bávaro. Daraul menciona também os Illuminati de Paris por volta de 1880, mas não aceita a ideia de que ainda existam hoje.

Violence,de Jacques Ellul (Seabury Press, Nova Iorque,1969): Outro livro que trata sobre a origem Illuminati fala que os Illuminati foram fundados por Joachim de Floris no século XI, havendo ensinado originalmente uma primitiva doutrina cristã de pobreza e igualdade. Mais tarde, no século XV, sob o comando de Fra Dolcino, tornar-se-iam violentos, pilhando os ricos e anunciando o reinado iminente do Espírito. “Em 1507″, conclui Ellul, “os Illuminati foram vencidos pelas “forças da ordem”, isto é, por um exército comandado pelo Bispo de Vercueil”.Não faz mais referências aos Illuminati em séculos anteriores ou épocas mais recentes.

“The Conspiracy”,artigo de Sandra Glass, 1969: “Simon começou então a contar-me a história dos Illuminati da Baviera.Esta história de pesadelo inicia-se no Médio Oriente em 1090 d.c,quando Hassan i Sabbah fundou a seita Ismaelita,ou Haxaxinos,assim designada devido ao uso do haxixe,uma droga mortal derivada da planta cannabis,mais conhecida por marijuana a erva assassina(…) O culto aterrorizou o mundo muçulmano até os mongóis de Gengis Khan imporem a lei e a ordem na região. Encurralados no seu refúgio das montanhas, os Haxaxinos, caindo de drogados, mostraram-se incapazes de oferecer resistência aos saudáveis guerreiros mongóis. A sua fortaleza foi destruída e as suas bailarinas enviadas para reabilitação na Mongólia.Os cabecilhas do grupo fugiram para ocidente(…)
“De seguida,os Illuminati emergiram na Baviera em 1776″,contou Simon(…)”Adam Weishaupt,um estudante de ocultismo, estudou os ensinamentos de Hassan i Sabbah,tendo começado a cultivar marijuana no quintal. Em 2 de Fevereiro de 1776,Weishaupt conseguiu a iluminação. Weishaupt fundou oficialmente os Antigos sábios Iluminados da Baviera no 1º de Maio de 1776.O seu slogan era Ewige Blumenkraft(…)Atraíram muitos membros ílustres, como Goethe e Beethoven. Beethoven tinha um cartaz Ewige Blumenkraft afixado por cima do seu piano onde compôs as suas nove sinfonias”.

The Encyclopedia Britannica(edição de 1966,Volume II, “Halicar to Impala”:

“Illuminati,um movimento efémero de livre-pensadores republicanos fundado no 1º de Maio de 1776 por Adam Weishaupt,professor de lei canónica e antigo jesuíta,em Ingolstadt,na Baviera. (…) A partir de 1778,começariam a estabelecer contacto com diversas lojas maçónicas onde,sob o impulso de A.Knigge(q.v.),um dos seus principais conversos,teriam alcançado frequentemente posições de comando(…)
O projecto teve os seus atractivos para vultos literários como Goethe e Herder,e mesmo para os duques regentes de Gotha e Weimar(…)
O movimento sofreria de dissenções internas,sendo eventualmente banido por um decreto do governo bávaro em 1785″.

Les Societés Secretés qui Gouvernent le Monde,de Pierre Mariel(Editions Albin Michel, Paris,
1969):

“Louis Blanc,na sua Histoire de la Révolution Francaise,qualifica Adam Weishaupt como ´o mais profundo conspirador que jamais existiu´.Agindo na sombra,invísivel porém sempre presente,Weishaupt foi o animador de uma sociedade de iniciação e política cuja influência persiste ainda nos nossos dias.
(…)Weishaupt foi assim o precursor dos anarquistas e socialistas.Os seus continuadores directos foram os fundadores do carbonarismo:Gracos Babeuf e Buonarotti.Na Primeira Internacional encontra-se a influência críptica mas segura dos Illuminati da Baviera(…) os iluminados que atingiam o grau de padres iluminados sabiam então que iam contribuir para o desmoronar do cristianismo e da realeza,substituídos pelo ateísmo e pela igualdade(…)”

“Daley Linked with Illuminati”,artigo não assinado publicado no pequeno jornal norte-americano de extrema esquerda RogerSPARK Chicago (Julho de 1969,vol.2,nº9):

“Nenhum historiador sabe ao certo o que sucedeu a Adam Weishaupt após o seu exílio da Baviera em 1785.Todavia,George Washington refere frequentemente no seu diário a existência de uma plantação de marijuana em Mount Vernon (residência presidencial).
“A hipótese de Weishaupt ter morto Washington e tomado o seu lugar,servindo então durante oito anos como nosso primeiro presidente,encontra-se agora confirmada.Se excluirmos uma pequena mancha azul num dos cantos,as duas principais cores da bandeira americana são o vermelho e o branco:ora estas são também as cores oficiais dos Haxaxinos.Tanto a bandeira americana como a Pirâmide dos Illuminati têm treze divisões horizontais;e o treze é,como todos sabem,o código tradicional da marijuana,sendo ainda usado nesse sentido pelos Hell´s Angels,entre outros.
“Este ´Washington´fundaria o partido federalista.O outro grande partido dessa época,o Democrata Republicano,foi formado por Thomas Jefferson,havendo motivos para considerar válido o testemunho do reverendo Jedediah L.Morse,de Charleston,que acusou Jefferson de ser agente dos Illuminati.Por conseguinte,até mesmo no alvorecer da nossa nação,ambos os partidos não passariam de uma fachada para os Illuminati(…)”

Illuminatus!,de Robert Anton Wilson (Sphere Books,Londres,1980,Vol.1,pag.52):

“Em essência,a teoria diz que os Illuminati recrutavam as pessoas através de várias organizações de fachada,submetendo-as depois a algum tipo de experiência iluminadora,mediante a marijuana(ou algum extracto especial de marijuana),e convertendo-as em fanáticos dispostos a usar quaisquer meios para ´iluminar´o resto do mundo.Evidentemente,o seu objectivo final não era nada menos que a transformação total da humanidade,segundo a linha sugerida no filme 2001,ou o conceito nietzschiano de Super Homem.No decurso dessa conspiração,eles assassinariam sistematicamente todas as personalidades políticas susceptíveis de interferir com o seu programa”.

Proofs of a Conspiracy,de John Robison(Christian Book Club of America,Hawthorn,1961;publicado originalmente em 1801):

A obra fundamental sobre os Illuminati.Mação inglês,Robison descobriu através da sua experiência pessoal que as lojas maçónicas francesas–como o Grande Oriente–eram fachadas para os Illuminati,e que estes foram os principais instigadores da Revolução Francesa.Mas só os que pertenciam aos graus superiores sabiam o segredo,cujo teor–segundo Robison–era o seguinte:os Illuminati tencionam destruir todos os governos e toda a religião,substituindo-os por um mundo anarco-comunista de amor livre.Já que “os fins justificam os meios” (um principio adquirido por Weishaupt durante a sua juventude jesuíta),aos Illuminati não importava quantas pessoas tivessem de matar para alcançarem os seus nobres objectivos.Robison parece nada saber sobre anteriores movimentos dos Illuminati,afirmando porém especificamente que os Illuminati da Baviera não foram destruídos pela repressão governamental de 1785,mas que ainda se encontravam activos em 1801,altura em que escreveu a sua obra.Na página 116,Robison enumera as lojas então existentes,a saber:Alemanha(84 lojas),Inglaterra(8 lojas),Escócia(2),Varsóvia(2),Suiça(muitas),Roma,nápoles,Ancona,Florença,França,Holanda,Dresden(4),Estados Unidos(várias).

World Revolution,Nera Webster(Constable and Company,Londres,1921):

A senhora Webster é de opinião que os Illuminati nunca fizeram a mínima tenção de criar a sua utópica sociedade anarco-comunista:essa seria apenas outra das suas máscaras.Como o seu verdadeiro objectivo seria a ditadura mundial,não tardaram a formar uma aliança com o governo da Prússia.Todos os movimentos socialistas,anarquistas e comunistas subsequentes foram apenas disfarces,argumenta Nera Webster,por detrás dos quais o Estado Maior germânico conspirava para derrubar os outros governos,de forma a permitir a sua conquista pela Alemanha.(O livro foi escrito logo após a Inglaterra ter combatido a Alemanha na I Guerra Mundial.)
Quanto às ligações dos Illuminati com o comunismo mundial,eis algumas passagens das páginas 234-235:”Mas agora que a (Primeira) Internacional morrera,as sociedades secretas foram obrigadas a reorganizar-se.É durante esta crise que descobrimos a´seita formidável´ressurgin-
do de novo–os Illuminati originais de Weishaupt.(…)Terá sido(…) pura coincidência o facto de,em Julho de 1899,o Congresso Socialista Internacional ter decidido escolher o dia 1º de Maio,que foi o dia em que Weishaupt fundou os Illuminati,para manifestação internacional do Dia dos Trabalhadores?”

The High IQ Bulletin,editado por Philip Campbell Argyle-Stewart(Vol.IV,nº1,Janeiro de 1970):

“Existe algo mais que deve mencionar-se.A sra. Helena Petrovna Blavatski(nascida em Hahn na Alemanha),1831-1891,fundadora da teosofia(…)era tão hipócrita quanto diabólica,uma verdadeira feiticeira de grande poder maléfico,aliada com os Illuminati,os Mações do Grande Oriente,os Anarquistas Russos,os teóricos do Israel Britânico,os Proto-sionistas,os Assassinos Árabes e os Tugues da Índia”.

Carta à revista Playboy (“The Playboy Advisor”,Playboy,Abril de 1969):

“Ouvi recentemente um velho reaccionário–um amigo dos meus avós–afirmar que a actual vaga de assassínios na América é obra de uma sociedade secreta chamada Illuminati.Disse ele que os Illuminati têm existido através da história,que são donos dos monopólios bancários internacionais,que são todos maçãos do 33º grau,e que Ian Fleming conhecia a sua existência,havendo-os retratado nos seus livros de James Bond sob a forma da organização Spectre–razão por que os Illuminati terão liquidado o sr. Fleming.Primeiro isto pareceu-me ser tudo uma grande paranóia.Mas então li no New Yorker que Allan Chapman,um dos investigadores não-oficiais do assassínio de John Kennedy,acredita que os Illuminati existem realmente…”
Evidentemente,a Playboy considera esta ideia totalmente ridícula,remetendo o leitor para a explicação da Encyclopedia Britannica.

Versões da Internet:

Comando de Elite do Satã – Para sites evangélicos em geral que trata do assunto, os Illuminatis são o bope do chifrudo. Estão aqui para por em prática os planos do malévolo fazendo com que a humanidade vire sua escrava e o adore.
Independente da origem dos Illuminatis, quase todas as versões concordam em um ponto: o objetivo deles é dominar o mundo! De que jeito? Não sabemos. E não há possibilidade de saber já que tudo que é relacionado a dominação global é apontado aos Illuminatis gerando uma confusão imensa entre o que pode ser real e o que não é. Quem sabe isso faça parte do plano.

43. Reptilianos

Talvez essa não seja a mais convincente versão da Origem dos Illuminatis porém com certeza é a mais criativas. A História dos Reptilianos e dos Iluminattis se cruzam, contudo, para você entender como, teremos que começar a história desde o inicio. E quando eu falo em inicio, é inicio mesmo, numa época antes da existência humana. Reptilianos são uma raça milenar de repteis humanoides, originários de uma constelação distante (o qual não é bem definido, porém três hipóteses são mencionadas: Lira, Sirius e Orion). Essa raça é muito evoluída, teriam milhões de anos e tal como os cientistas preveem para nós, humanos, para alcançar esse patamar de existência, seus corpos teriam que se adaptar de uma forma quase que surreal. Seus cérebros seriam enormes comparados ao nosso e eles utilizariam todo o seu potencial, não apenas para corresponder as funções do seu organismo mas também para controlar o estado vibracional de suas moléculas. Como eles alcançaram esse nível é fruto de sua história e desconhecida por nós. Todavia, esse não é o nosso foco aqui. Focaremos na nossa relação “amigável” com esses seres e como ela haveria começado.

Milhares de anos atrás, as constelações reptilianas estavam em declínio. O ecossistema do seu planeta natal estava entrando num ciclo de cataclismas, tornando a vida impossível. Ao ver esse quadro totalmente desfavorável, o governo reptiliano planejou uma missão tripulada, para renovação da raça, em um planeta distante, capaz de atender suas necessidades de sobrevivência. Esse planeta seria o nosso planeta. Quando a nave chegou a Terra, ela não seria assim, como nós conhecemos. Contudo os reptilianos haveriam de utilizar sua tecnologia para “recriar” a Terra. Aqui eles se estabeleceram. Mas o nosso planeta não podia oferecer tudo que eles precisavam e muitas de suas tecnologias avançadas acabaram caindo por terra com o tempo. Para manter algumas tecnologias, eram necessários compostos, alguns minérios como o ouro e uranio. Sem maquinário adequado, o jeito foi apelar para a velha forma: trabalho escravo. Os reptilianos eram mestres na genética e escolheram uma raça de macacos que andavam sob as duas patas e tinham uma estrutura corpórea semelhante a deles e dna compatível. Assim, começaram os experimentos genéticos para criar uma raça para exercer o trabalho nas jazidas de minérios. Os geneticistas utilizaram o DNA reptiliano misturado com a raça dos símios para alcançar a nova raça, a raça humana. E por isso, esses seriam “a imagem e semelhança de seu criador”. No inicio, os humanos eram inofensivos, híbridos, inocentes. Essa realidade tímida dos humanos durou até que as necessidades reptilianas aumentaram e uma força de trabalho maior precisou ser estabelecida. A raça humana foi adaptada novamente, dessa vez, não seria mais hibrida, nem inocente, porém o dom da inteligência ainda estaria limitado. E a população humana cresceu. Ficou enorme. E quando os reptilianos perceberam, não podiam mais controlar suas criações. Aconteceu então o primeiro extermínio humano. A população humana foi reduzida a quase zero. Entretanto, não era muito do feitio dos reptilianos fazerem o trabalho pesado das minas. E não demorou muito para eles apelarem para os humanos novamente. Dessa vez, os humanos teriam o dom maior, a inteligência. Foi ofertado a nossa raça, a fonte da inteligência, da arvore da vida – nome simbólico que seria referencia a nossa cadeia genética, que foi novamente alterada. Esse seria o nascimento do dito “Adão”. Os reptilianos continuaram a exercer poder sob os humanos, até que a população teria alcançado o nível critico novamente. O segundo extermínio humano foi cogitado. Só tinha um probleminha! Nesse ponto, os humanos já tinham diversos aliados. Os reptilianos não concordavam entre si sobre o extermínio, de forma semelhante a nós hoje com as demais raças de animais do planeta. Alguns até se relacionavam com os humanos, dando origem a uma terceira raça, que é citada em alguns escritos antigos como nefelins. Além desse grupo favorável aos humanos, outras raças extraterrestres habitavam o planeta. Na região aonde é a atual Índia, uma outra raça extraterrestre havia se estabelecido, sem falar nas demais raças, como a de Andromeda que tinham um afeto especial pelos humanos. Desobedecendo qualquer o consenso, o repitilianos desencadearam o segundo extermínio, o diluvio. O extermínio não foi completo porque os grupos favoráveis a nossa raça haveriam ajudado alguns humanos a sobreviver. Esse ato acabou gerando um conflito entre as raças que habitavam o planeta e boa parte dos reptilianos decidiram retornar ao seu planeta natal, do mesmo modo que as outras raças alienígenas que habitavam a Terra. O grupo remanescente de reptilianos que permaneceram aqui achavam que os humanos lhe deviam obediência tais como animais de estimação, todavia eram minoria e contornar essa situação requeria muito mais do que mero uso tecnológico. Um plano foi elaborado para que os humanos nunca mais se rebelassem contra seus “donos”. Para isso, era importante que houve um grupo entre nós que colocasse parte dos planos em prática. Uma sociedade composta por humanos, reptilianos e híbridos, que seriam a elite que comandaria o homem. Teve a formação da raiz dos Illuminatis.

42. Jogo dos Illuminatis – INWO

Em 1990, Steve Jackson, inventor de RPGs, estava planejando seu mais novo jogo, que chamaria de “Illuminati: A Nova Ordem Mundial”, ou “INWO”, da abreviação em inglês. Dizem que Jackson é um ex-Illuminati, que supostamente conseguiu se desvincular da sociedade sem ser morto e que arrependido decidiu contar ao mundo sobre os planos Illuminatis. Como todas as mídias são controladas por eles, segundo o que conta no jogo, Steve concluiu que a única maneira de escapar seria criar Jogo de Tabuleiro. Assim, conta a teoria da conspiração, surgiu o jogo dos Illuminatis – Illuminati New World Order (também existe uma versão no qual diz que Jackson era um hacker chamado Pranck e hackeou os planos de um dos “chefes”). Claro que tudo passou despercebido até o ataque de 11 de setembro. Após o atentado, internautas começaram a jogar na rede as cartas do INWO. Isso porque uma das cartas mostra o que seria o atentado as torres gêmeas. Ao investigar mais afundo o jogo, encontraram no baralho, uma carta que mostra o ataque ao Pentagono. Depois disso foi uma série de descobertas que faz qualquer um ficar com o pé atrás. Coincidência ou não, o jogo que foi lançado em 1995 ainda vem prevendo diversos acontecimentos, como a crise imobiliária, crise econômica, o vazamento de petróleo dos EUA…entre outros eventos. Uma das cartas que é apontada como a próxima a transformasse em realidade é a intitulada Backlash, que mostra um presidente negro , provavelmente Obama, sendo condenado pelo povo pelo fracasso do seu país. Lembrando que o jogo foi criado em 1995. Confira algumas cartas enigmáticas:

[Imagem: nwo-cards-BATF.png]

41. FEMA

A FEMA (Agência Federal de Gerenciamento de Emergências) preparou um lote com 500 mil caixões, que estão localizados no Estado da Georgia, nos EUA, em um campo próximo a Atlanta. O interessante é que cada um deles cabe pelo menos três cadáveres de pessoas adultas e que desde de 2008, a cada ano, mais 500 mil caixões vem sendo adicionados ao montante. Assim sendo, hoje teríamos o aproximado a 2 milhões e 500 mil caixões, o equivalente para guardar os corpos de 7,5 milhões de pessoas. Obviamente, as pessoas ficaram preocupadas. Alguns sugerem que o governo dos EUA estaria preparando outro evento catastrófico, como pode ter sido o 11 de Setembro. Ninguém sabe o porquê do elevado investimento e porque o número de caixões cresce absurdamente em número a cada ano.

Conspirações sugerem que os EUA estariam financiando um grande campo de concentração. Várias estruturas como essas foram encontradas trancadas no país. E outras estão em construção. A entrada em um raio de 2 km dessas localidades é proibida.

A suspeita é que o governo americano está ciente de algo terrível, tão terrível que no plano de emergência que foi enviado para o Congresso e os 50 estados dos EUA está divido em 10 áreas prisionais. Existe uma espécie de paranoia instalada, de forma que os EUA está sob jurisdição de 72 centros de fusão ( que seriam as agencias responsáveis pelo policiamento federais, estaduais e dos condados unidas, como a CIA e o FBI ). Todo mundo que, não segue a visão americana, o padrão estabelecido – capitalista , consumista, que adora o superbowl e venerar tudo que é babaquice, como Lady Gaga e Britney Spears – automaticamente entre na lista de “suspeitos”. Há pessoas que confessaram ser investigadas por terem tomado atitudes consideradas banais, como comprar a coleção dos livros de Karl Marx ou por assistir no YouTube o documentário Loose Change.

40. Círculo Fechado de Hollywood e a Cientologia

Recentemente, casos absurdamente bizarros têm aparecido na Internet. Primeiro foi Keanu Reeves e seus quadros enigmáticos em suas mansões ( o assunto já passou por aqui , clique aqui e veja). Depois veio da declaração do um dos líderes da cúpula maior da Cientologia – chamado de David Miscavige pelos integrantes da seita – dizendo que Tom Cruise era venerado em seu meio porque ele era o pai de Ron Hubbard, o criador da Cientologia, nascido em 1911. O que a declaração quis dizer ninguém faz a menor idéia mas adotando a hipótese que ele esteja falando isso no sentido literal, temos um gigantesco impasse (na versão oficial, pelo menos, Ron é filho de um comandante da marinha). Por ultimo temos uma suposta do Nicolas Cage….de séculos atrás….sendo vendida por milhões no Ebay para um comprador misterioso que não quis se identificar mas alega que comprou a velharia para sua investigação e que Hollywood está cheio de “Vampiros”. Em seguida, uma foto dizendo ser de John Travolta apareceu, datada de 1860. Foi constatado que não houve montagem, então o que seria: pessoas muito idênticas ou os próprios? Todos esses acontecimentos fora da realidade nos levam a Teoria da Conspiração levantada há muito tempo: o Circulo Fechado de Hollywood. Essa teoria diz que existe uma sociedade em Hollywood( segundo os os teóricos da conspiração é a própria Cientologia) que seria compostas por entidades que não são, como podemos dizer, seres humanos por completo. Ninguém sabe o que seriam, alguns dizem que eles não morrem e se renovam depois que um ciclo humano se fecha ( que seria a idade humana admitida pela Ciência de 80 anos). As conspirações falam que os próprios foram os responsáveis pela fundação de Hollywood e do incentivo inicial dado ao cinema. O propósito? Estariam cansados de se esconderem e queriam ser adorados. Se for verdade, o plano parece que deu exatamente como esperado.

39. Projeto Blue Beam

Segundo conspiracionistas, O Projeto Blue Beam é uma arma secreta de alteração da mente que está baseada em algo chamado “tecnologia da portadora subliminar”, ou Silent Sound Spread Spectrum (SSSS) (também chamada de S-Quad, ou ‘Squad’ no jargão militar). Ela foi desenvolvida para uso militar pelo Dr. Oliver Lowery, de Norcross, Georgia, e está descrita na US Patent #5,159,703 — ‘Silent Subliminal Presentation System’, para uso comercial em 1992… A tecnologia também é conhecida como Som do Silêncio e funciona pela transmissão de sons indetectáveis pelo ouvido, mas que são implantados no córtex auditivo do cérebro. É o que existe de mais moderno no controle mental universal… Essa nova tecnologia de controle da mente pode na verdade fazer você tomar uma atitude que normalmente não tomaria.

Entretanto, o aspecto mais insidioso de SSSS é que ela é totalmente indetectável por aqueles contra quem é direcionada. Como produz sua programação subliminar diretamente no cérebro humano por meio do sentido da audição em uma frequência que o ouvido humano não é capaz de identificar como som, não há defesa contra ela. Todas as pessoas no planeta estão igualmente susceptíveis ao controle mental via SSSS e não há modo de escapar, uma vez que as ondas UHF podem ser transmitidas por longas distâncias a partir de fontes localizadas em locais remotos e atravessam as paredes e outros objetos, como se eles não existissem. UHF é a frequência (na faixa dos 100 MHz) que tem sido usada para a transmissão de televisão e rádio desde que esses meios existem. SSSS foi projetada para utilizar UHF como onda portadora.
Ainda mais insidioso é o fato que, acoplado com o uso de supercomputadores, os padrões eletroencefalográficos (EEG) específicos de um indivíduo podem ser alterados digitalmente e depois armazenados para serem retransmitidos via UHF digital. De acordo com Judy Wall, esses EEGs retocados pelo computador “podem identificar e isolar os ‘blocos de assinaturas de emoção’ de baixa amplitude do cérebro, sintetizá-los e armazená-los em outro computador. Em outras palavras, estudando os padrões característicos sutis das ondas cerebrais que ocorrem quando um ser humano analisado experimenta uma determinada emoção, os cientistas puderam identificar o padrão de onda cerebral concomitante e agora podem duplicá-lo.” Esses blocos de assinatura de emoção modificados podem depois ser transmitidos pelas frequências portadoras UHF (isto é, sinais de rádio e televisão normais) diretamente para dentro do cérebro onde podem então “silenciosamente acionar a mesma emoção básica em outro ser humano”. Em outras palavras, se o bloco de assinatura emocional para, digamos, um sentimento de desânimo e desespero estiver sendo introduzido diretamente no seu cérebro via ondas de rádio, você sentirá essas emoções.
Muitos dos projetos da NASA foram chefiados por cientistas trazidos da Alemanha nazista, que foram trazidos para os EUA no fim da Segunda Guerra Mundial por meio da Operação Clipe de Papel.
Todavia, o projeto Blue Beam continha, segundo alguns teóricos, muito mais do que mero controle mental. Estes sugerem outras tecnologias que seriam utilizadas para controle das massas. Uma delas é a Holografia. “Hologramas, que diabos eles irão fazer com Hologramas?” você deve estar perguntando. Não, não é aquele holograma falhado que você nas feiras japonesas de tecnologia pelo mundo. Trata-se de um Holograma perfeito e capaz de dar solidez a imagem. Ou seja, o holograma é capaz de reproduzir qualquer coisa como se fosse verdadeira. Por exemplo, você verá o produto da holografia de uma pessoa exatamente como ela é, poderá tocá-la, ela poderá tocar você, de modo que é impossível perceber que ela não é real. Bem, imagine isso agora na mão de um governo querendo controlar as massas? Quem você acha que ele iria materializar Holograficamente? Pense….

38. Homem não foi a Lua

Como eu disse anteriormente, algumas das principais Teorias da Conspiração deixaria a cargo de outros autores. Uma delas é sobre o Homem ter ido ou não a Lua. É um tanto delicado tocar nessa teoria. Por isso, o que vocês lerão abaixo é o que foi levantado pelo site “A Fraude do Século”. Qualquer reclamação fica a disposição o link da fonte abaixo do post:

Você acredita que o homem foi à Lua? Clique abaixo e verifique se é isso mesmo que você acredita:

37. O câncer e o vírus HIV

Sempre que você pensa em futuras grandes descobertas comumente imagina a cura dessas doenças, ou não? E se eu disser que elas já existem há mais de 10 anos? A teoria diz que em 1998, durante um 12ª Conferência Internacional da Aids, em Genebra, centena de pesquisadores representando grandes conglomerados farmacêuticos apresentaram artigos que mostravam a vacina e a cura da AIDS. Porém, tempo depois, nada foi catalogado, as revistas de maior caráter cientifico, como a Science e Nature não colocaram uma nota sequer e os responsáveis pela Conferencia e os laboratórios negam qualquer pronunciamento sobre. O que houve? Começou a vazar na imprensa cientistas que relatavam que a cura da AIDS teria sido descoberta e que os grandes laboratórios detinham as patentes e não divulgariam. Até então ninguém entendeu bem o porquê da proibição, tamanho seria o prestigio alcançado pelo laboratório que conseguisse tal feito. Não demorou muito para tudo ficar claro: os coquetéis contra a AIDS viraram os segmentos mais lucrativos desses laboratórios. As mega corporações farmacêuticas estariam restringindo a cura aos portadores do vírus para lucrarem com os coquetéis. Porém, esse não seria o primeiro caso onde a cura foi escondida da população. No inicio da década de 90, segundo teóricos da conspiração, a Ciência descobriu um método revolucionário para curar o câncer. O método que, resumidamente, tratava de inserir um composto no organismo do paciente fazia ligações químicas apenas com células cancerígenas. Esse composto altamente seletivo, ao contrário do tratamento tradicional adotado hoje, não traria nenhum efeito colateral aos pacientes. Ao ligar-se com as células cancerígenas, essa molécula era irradiada por uma frequência de som e seu estado vibracional era aumentado, gerando calor e aniquilando a célula cancerígena. Enfim, tudo muito fantástico, a não ser, obviamente, que a método para gerar o composto molecular nunca chegou à publico. E a pergunta é: se descobriram, por que não divulgaram? E a resposta é novamente: dinheiro. É muito mais lucrativo para os laboratórios manter os pacientes a base de medicamentos para conter um câncer ou manter o mesmo em um tratamento demorado do que liberar a cura e ele se curar rapidamente.

36. Energia Livre

Gerar energia, isso sempre foi um problema. Na verdade, o termo “gerar” não é bem aplicado nesse caso, melhor seria “transformar”. E transformar um tipo de energia em outro é um trabalho muito, muito lucrativo. Por isso, a invenção de um aparato que quebrasse os moto-perpétuos, produzindo energia capaz de colocar máquinas em funcionamento, em grandes quantidades e com custo baixo (ou mesmo, de forma gratuita) seria uma ameaça a esse setor da economia e porque não à economia mundial. Dessa forma, tornou-se comum teóricos relatando história de pessoas que somem do mapa, sem deixar vestígio, após divulgarem que fizeram uma descoberta nesse campo.
Segundo estudiosos do assunto, uma das maiores vítimas do interesse monetário das organizações e governos foi Nikola Tesla. Tesla foi um dos maiores gênios da História (senão o maior) e haveria inventado antes de morrer uma forma de alcançar esse feito. A teoria afirma que ele foi, de fato, bem sucedido, pouco antes de sua morte em 1943, na descoberta da matemática e da mecânica envolvida para produção de energia a custo zero. O aparato foi construído. Contudo, uma organização do governo, provavelmente o FBI, imediatamente após sua construção, invadiu sua casa e confiscou todos os seus papéis e trabalhos. Teslas era uma considerado uma “ameaça” para o governo, principalmente por sua filosofia totalmente anti-capitalista (Tesla sempre buscou a Ciência como uma forma de evoluir o pensamento humano, desprezando todo o retorno financeiro, tanto que morreu empobrecido em 1943, aos 86 anos de idade) e seu potencial ( tudo que existe hoje, tecnologicamente falando, sem as descoberta de Tesla não seriam possíveis).
O conceito de energia livre é, em termos muito gerais, a capacidade de entrada x quantidade de energia em uma máquina, que a saída x + 1 quantidade de energia. Isto parece entrar em conflito com a lei da conservação de energia, que afirma que a energia não pode ser criada nem destruída. Tesla acreditava que a lei era incorreta. Inventou a bobina de Tesla como uma tentativa para criar a energia livre. A realidade é que essa idéia é tão radical que ela poderia destruir todo o conhecimento cientifico que temos hoje, já que a boa parte das nossas teorias cientificas atuais está embasada em alguma lei da termodinâmica.
Se for possível, a energia livre pode ser aperfeiçoada e resultado é que todo o planeta pode ser alimentado por uma única fonte de energia. Uma fonte infinita de energia ao nosso alcance. Você pode ver como isso iria irritar as companhias petrolíferas, não?
Eles são a causa da repressão, as alegações da teoria, pois ninguém teria que depender mais dos combustíveis fósseis. Desde de a electricidade necessária para alimentar uma lâmpada até a construção de motores para viagens interestelares, anti-gravidade, etc. tudo seria feito de forma gratuita com a energia livre.
Dessa forma, Tesla nunca se tornou um ícone, como Einsten ou Thomas Edison. As demais patentes de Tesla foram compradas pela empresas JP Morgan que hoje, segundo a Forbes, é a maior empresa do mundo.

35. Sociedade Vril

Você já deve ter estudado na escola que a primeira civilização foi as dos Sumérios… ou que o homem veio da África…. ou que as primeiras sociedades eram rudimentares e tinham um sistema muito próximo daquele que é visto nas tribos de índios e blá blá blá. Entretanto, há quem diga que, nada disso foi da maneira que relatam. Existem indícios pré-históricos que são assustadores. Diversos objetos os quais a Ciência não consegue explicar já foram encontrados por pesquisadores e datam de milhares de anos antes da civilização suméria se estabelecer. Nas literaturas greco-romana, chinesa, timbetana, indiana do inicio dessas civilizações falam sobre povos muito evoluídos que vivam entre os humanos e eram capazes de realizar feitos inimagináveis. Entre elas está a lendária cidade de Shambhala e a ilha mítica de Thule. Os seres de Shambhala e de Thule dominariam uma forma de energia chamada Vril. A energia Vrill era eminentemente telúrica, oferecendo capacidades aos seus seguidores; a capacidade de curar ou ferir pessoas, levantar objetos e por fim a elevação dos próprios para outra dimensão de nível superior. Em busca dessa capacidade, um grupo intitulado Thule foi fundado em 1918, em Munique, que posteriormente, teria um membro ilustre, nada mais, nada menos que o Fuhrer Alemão, responsável pelo Terceiro Reich . Hitler era fascinado pelo oculto e investiu parte dos seus recursos em investigar lendas e artefatos místicos. Entre eles estava o domínio da energia Vril. Dizem que Hitler conseguiu encontrar a entrada para Shambhala, no Tibet e que aprendeu como dominar a energia. Devido a isso, teria escapado praticamente ileso de 42 tentativas de assassinato, inclusive do atentado de 20 de julho de 1944, onde uma bomba explodiu à menos de 2 metros da sua posição. Hitler saiu ileso do atentado. Apesar disso, segundo a História oficial, Hitler se suicidou em 1945, embora nenhuma prova concreta foi apresentada, algo semelhante a morte de Bin Laden, onde a única prova que temos é a palavra do Presidente. Dizem que Hitler morreu de velhice, na Argentina ( a América do Sul foi refugio de diversos nazistas depois da guerra).

A teoria da conspiração diz que, embora a Alemanha nazista tenha caído, seus conhecimentos sobre o oculto permaneceram. Muitas autoridades nazistas negociaram esses segredos em troca da liberdade com os EUA. Por exemplo, é documentado que cientistas nazistas foram integrados a sociedade estadunidense após um acordo com o governo.
Hoje, o governo dos EUA estaria em posse de todo o conhecimento acumulado pelos nazistas durante a guerra, entre eles, o controle da energia Vril.

34. Big Brother em ação

Calma, não estamos falando do BBB, aquele com o Pedro Bial e suas filosofias… mas o conceito é o mesmo: sem sombra de duvida, em breve, você será vigiado, 24 horas por dia.

Nos EUA, os sistemas de vigilância das ruas já são completos nas grandes cidades. Aqui no Brasil, apenas algumas cidades possuem esse sistema. Mas tem gente que diz que essa vigilância toda vai mais além. Alguns teóricos afirmam que a transição forçada da televisão digital é a realização prática do “Big Brother”. Eles afirmam que as câmeras em miniatura e microfones são construídos em Set-top boxes e seriam implantados nessas TV’s para espionar as pessoas. Outra alegação descreve o uso da tecnologia de controle da mente que seria escondido no sinal digital e usada para subverter a mente e os sentimentos do povo e para a publicidade subliminar. O Wikileaks também já andou revelando alguns documentos de diplomatadas e autoridades governamentais que admitem que utilizam um sistema de vigilância ilegal – e totalmente assombroso. Esse sistema permite que o governo acesse as webcams e câmeras dos smartphones a hora que ele bem entender.
Olhando por esse foco, você vai perceber que hoje em dia, tudo que é equipamento domestico e de uso pessoal como celular, gps, entre outros, possui uma câmera. Até essas geladeiras mais modernas estão vindo de fábrica com câmeras, o que faz qualquer um questionar: qual o proposito de uma câmera na geladeira?

33. Apanhador do Campo de Centeio

O escritor J.D.Salinger é um desses eremitas excêntricos (o outro é THOMAS PYNCHON) que existe na literatura americana. Ele não dá entrevistas, não se deixa fotografar e, recentemente, também parou de escrever. E ninguém é mais genial do que um escritor que não escreve, certo?
O Apanhador no Campo de Centeio, romance mais famoso de Salinger, retrata as dúvidas e fantasias de um adolescente dos anos 1950. Embora escrito num tom lacrimoso de auto-ajuda (ou, talvez, exatamente por isso), o livro virou cult no mundo inteiro. O curioso é que a obra de Salinger foi achada na casa de dois notórios malucos:
Mark Chapman, o assassino de John Lennon, foi encontrado pela polícia quando lia tranqüilamente O Apanhador no Campo de Centeio.
John Hincley Jr., o homem que atirou no presidente americano Ronald Reagan para supostamente chamar a atenção da atriz Judie Foster, também tinha um exemplar do livro de Salinger em casa.
Teóricos da conspiração acreditam que o romance é um gatilho mental para matadores pré-programados. Resumidamente, ilustrando o que foi dito acima, supondo que você seja um assassino pré-programado por meio de alguma tecnologia desconhecida pelo público e você, como era de esperar, não faz a menor ideia disso. A missão ficaria “adormecida” na mente do assassino pré-programado, como uma espécie de vírus de computador psíquico, até que ele lesse o livro e acionasse a programação.
Como cuidado é bom não ler Salinger. Vai que….
Embora digam que ele não é o único item que é usado como “gatilho”.
Fonte: http://www.teoriadaconspiracao.com.br

32. Canetas BIC’s

É muita doideira mas está valendo. Eu não conhecia essa TDC até ver no site “Teoria da Conspiração”. Veja o que ele fala a respeito:

“Acredito que sempre que pensamos em “caneta”, temos uma imagem projetada em nossa mente, a qual diz respeito às famosas canetas BIC. Esta marca de canetas, que investe pouquíssimo em propaganda, fixou uma imagem muito forte diante a tantas outras marcas e modelos. Você já se perguntou como isso aconteceu?
Certamente responderá que, por esta ser uma caneta barata, simples e de fácil acesso, tornou-se “convencional” o seu uso no dia-a-dia, desde a escola até a empresa onde trabalha. Pois bem, a resposta não é assim tão simples!
Documentos secretos encontrados no final do ano de 2001 indicam um envolvimento direto da NASA com a BIC. Também foram encontrados documentos oficiais da NASA, onde estavam registrados estudos sobre uma possível invasão de sondas extraterrestres no Planeta Terra.
Acredite ou não, estamos sendo vigiados a anos sem percepção alguma. De fato conclui-se que as canetas BIC são sem sombra de dúvida sondas extraterrestres que nos inspecionam diariamente, desde nossa infância até hoje, em casa, na escola, na universidade, nos hospitais, no trabalho, em tudo. Certamente você está exposto a uma caneta BIC neste exato momento;

Olhe ao seu lado, dificilmente num raio de 15 metros não haverá uma sonda. Agora pense comigo:
Ao nascer você é registrado com uma caneta, ao entrar para a escola/universidade também, tudo o que você escreve, desde estudos até cartas de amor é escrito com uma caneta, ou seja, estes seres que nos observam sabem de absolutamente TUDO sobre TODOS. O verdadeiro significado da marca BIC é: Big Inspekto Center (ou Centro de Grandes Inspeções). No logotipo da BIC notamos um alien tentando esconder atrás dele seu maior segredo: uma caneta que pode contar toda a história de todos os tempos (simbolizado pelo traço preto atrás do alien).
Vejamos agora algumas dicas que nos levam a propor esta idéia:
– As canetas BIC são facilmente encontradas para serem vendidas, porém depois que você já a possui, ela sempre aparece em diferentes locais e você nunca se questiona se realmente havia deixado onde encontrou.
– Mesmo que você compre apenas uma caneta BIC, certamente encontrará várias no local onde a deixar.
– Elas se multiplicam rapidamente, sem ser perceptível a nós dotados de uma visão banal para a visão alienígena.
– Após poucos meses, a caneta que você havia comprado, simplesmente desaparece. Isso é facilmente decifrável se pensarmos da seguinte maneira: tudo necessita de energia para sobreviver (o homem, o carro, as plantas, sua TV), e ao acabar esta energia, ela precisa ser reposta.
Assim, as sondas BIC tem um período de vida curto, visto que quando se encontram gastas, elas simplesmente se desintegram para uma possível recarga.
A mensagem que quero deixar é que você tenha muito cuidado ao se deparar com estas canetas-sondas, principalmente com as Sondas mais avançadas, vulgarmente chamadas de BIC 4 Cores, BIC 2 CORES ou mesmo a tão temida e perigosa BIC VERDE! Esta última jamais deve ser colocada (presa) em cima da orelha, pois além de enviar dados e formações sobre você para os alienígenas consegue influenciar de maneira drástica sua forma de pensar, tornando-o um escravo a serviço alienígena.”

Parece muita imaginação para pouca caneta mas dada essas tecnologias malucas, quem duvida?

Fonte: http://www.teoriadaconspiracao.com.br

31. Publicidade subliminar

Você já deve ter falado sobre “mensagens subliminares”, não? Em resumo, uma mensagem subliminar é como um o próprio nome diz, uma mensagem que não está explícita. Segundo a Psicologia, uma mensagem subliminar não é captada pela consciência do ser humano, entretanto, totalmente interpretada pelo subconsciente. Vamos ao exemplo: Você assiste um filme e este exibe uma perseguição de carros. Durante a cena, você sente uma intensa vontade de comer hambúrguer. Talvez você não entenda de inicio porque isso acontece mas ao analisar a cena com um software apropriado percebe que existe alguns quadros que bombardeiam a tela com uma imagem de um hambúrguer. Como se trata de apenas uns quadros e tendo em vista que dependendo da sofisticação do filme temos milhares de quadros por segundo, seu olhar captou a imagem porém na sua consciência não conseguiu interpretar, de modo, que somente seu subconsciente ficou sabendo que ela existia. Essa técnica era usada massivamente durante os anos 70 e 80 nos cinemas e tinha como objetivo desde fazerem as pessoas comprarem mais pipoca até fazer as mesmas começar a fumar. Hoje em dia, pesquisas falam que as mensagens subliminares não fazem efeito. Também dizem que elas não são mais inseridas nos filmes e comerciais. Todavia, hora ou outra, aparece alguém na internet que descobriu que as produtoras andam quebrando suas promessas. Logos de marcas famosas, técnica de Pavlov e os mais diversos tipos de condicionamentos podem ainda ser vistos nos programas de tv, filmes, séries, músicas, vídeo-clipes e todo tipo de mídia áudio-visual. Uma das campeãs é a Walt Disney que tem uma mania muito bizarra de colocar mensagens subliminares que incentivam o ato sexual em seus desenhos ( e depois negam que colocaram e que foi uma brincadeira dos produtores do filme…aham…tô sabendo.)

30. Doenças Criadas para enriquecer Laboratórios Farmacêuticos

Você deve ter percebido que muitas doenças estão aparecendo ultimamente e que, quando os pesquisadores vão estudar, chegam a conclusão que naturalmente elas não poderiam ter alcançado aquele estado, como aconteceu com a H1N1 (gripe suína). Elas precisariam de um “empurrãozinho” para que a mutação atingisse aquele grau, melhor dizendo, esse “castigo da natureza” é na realidade, obra do homem. Adrian Gibbs, um dos responsáveis por produzir o Tamiflu, o antiviral que originou a vacina, entregou um relatório a OMS afirmar e comprovando que seria impossível o vírus se desenvolver da maneira que se desenvolveu sem que tenha sido manipulado. No entanto, a OMS está com os dois pezinhos na lama e não deu muita atenção ao pedido de investigação de Adrian. O motivo é porque a OMS lançou um alerta máximo com o surgimento da H1N1, com uma estimativa de 15 milhões de vítimas. Os números reais mostraram que a Influenza A H1N1 gerou em 213 países um total de 17 mil vítimas. Essa discrepância entre os números reais e o estimado levantou suspeita. Ao dar o alerta máximo, a OMS diz indiretamente aos governos que é necessário comprar um número exorbitante de vacinas. E foi isso que aconteceu. E tem governo por aí que deve até as calças agora para os laboratórios farmacêuticos e tem armazéns e mais armazéns de estoque da vacina contra o vírus. Possivelmente, essa não foi a primeira vez que isso aconteceu. Pesquisadores respeitados dizem que isso é uma tática que vem sendo adota por essas empresas a um bom tempo. Teóricos da Conspiração falam que o próprio vírus HIV foi criado em laboratório para o mesmo fim: lucrar.

29. Redução de 60% da população mundial

Todos os governos do mundo estão se preparando para um evento que ninguém faz a mínima ideia do que seja. São bunkers de milhões de dólares construídos da Noruega, Instalações do FEMA se espalhando por todo EUA, imensas bases militares com abrigos subterrâneos sendo edificados na China, entre outros governos que parecem estar assustados com alguma coisa que está por vir em breve. A suspeita recai sobre o cálculo da Dinâmica dos Sistemas. Em 1990 os cientistas já haviam chegado a conclusão que o planeta não suportaria mais do 8,5 bilhões de habitantes sem entrar em colapso. O cálculo é feito considerando elementos essenciais para sobrevivência do ser humano, como área disponível para o plantio e emissão de poluentes por habitante/ano. O planeta aguentaria cerca de 10,2 bilhões de habitantes se, apenas se, todos os humanos fossem vegetarianos. Mesmo assim, estaria em uma zona critica, de possível guerra entre os povos para adquirir recursos. A projeção é que a Terra atinja esse nível em 2050. A única maneira de o planeta suportar o estilo de vida atual (ou seja, os ricos consumindo e os pobres… você sabe…) é a Terra ter menos de 8,5 bilhões de habitantes. E esse patamar vai ser atingido segundo a projeção antes de 2020. Logo, um controle populacional se torna necessário. E como isso seria feito? Essa é a dúvida. Nesse ultimo ano atingimos os 7 bilhões de habitantes. Para a medida de controle venha atingir a população antes do colapso é importante que ela seja aplicada antes da população chegue a 8 bilhões, para caso ela falhe, exista a possibilidade da aplicação do plano B. Ou seja, vai ser aplicada logo. Recentemente, um grupo de pesquisadores conseguiram um vírus da gripe muito mais potente que o H1N1. Segundo eles, esse vírus seria capaz de infectar 6 a cada 10 habitantes da Terra. Agora pense: 6 a cada 10… eles querem reduzir a população para 40%….é interessante como os fatos se encaixam. Os EUA quer proibir que a Science e a Nature publiquem os resultados dos trabalho dos pesquisadores. Contudo, alguns dos teóricos da conspiração mais famosos já perceberam a jogada. É tudo muito simples: eu vou contra a publicação do trabalho, depois, libero o vírus e esse se espalha pelo planeta. Quando apontarem para eu, como culpado dos acontecimentos, eu digo: “Lembra que eu fui contra a publicação do trabalho? Como poderia ser eu?”

28. Idiocracia programada

Amigo leitor, você já deve ter percebido que quanto mais passam os anos mais idiotas as pessoas ficam? Deve ter notado também que as novas gerações tende a cultuar e venerar ainda mais entidades que geram uma contribuição zero ou nula para sociedade, como atores, atrizes, atletas, músico (classificadas “celebridades”) enquanto profissionais que trabalham pelo povo como médicos, juízes, engenheiros, bombeiros, policiais tende a ter a cada dia menos reconhecimento. E ainda, deve ter observado que as emissoras de Tv e mega portais da internet, criam e recriam sua grade entretenimento visando sempre, dar destaques aos quadros mais inúteis e que trazem menos cultura para população do que o inverso. Se você acha que isso ocorre de forma acidental ou porquê o povo gosta de ver esse “lixo”, enganou-se. A idiocracia é programada. Trata-se de um sistema criado em cima da famosa estratégia do “pão e circo”. Mantenha o povo distraído e bem alimentado e ele sempre estará na coleira, como um cão que obedece cegamente seu dono. A idiocracia programada é na realidade uma União do Estado e do Quarto Poder (a mídia). É por isso, por exemplo, que enquanto a Wall Street sofre protestos todo dia por parte do grupo Occupy Wall Street, aqui no Brasil você vê reportagens do tipo “O jogador Adriano se mete em mais uma enrascada”. Ou melhor, é por isso que você não assiste a explicações concretas sobre o porquê que o sistema capitalista está a beira de um colapso, ou porquê você não escutou na imprensa que o ditador Libio M.Kadafi tornou a Líbia um dos povos que recebiam mais benefícios do governo e que, a sua declínio começou porque ele queria destituir o dólar dos países árabes e adotar uma moeda própria. Aqui no Brasil, essa estratégia é muito bem elaborada e executada pela nossa querida Rede Globo que, sempre que pode, manipula a população brasileira a agir ao seu favor. Em verdade, atrás de uma falsa demagogia da “liberdade de expressão” a imprensa brasileira abusa e extrapola os limites éticos.
O ultimo episodio dessa estratégia montada para idiotizar o povo foi a descoberta que o ancora do jornal da Globo é na verdade um espião dos EUA. O seu objetivo no Brasil, segundo o Wikileaks, seria filtrar as informações contra o capitalismo e beneficiá-lo.

27. Fnord

Fnord é a representação tipográfica para desinformação ou informação irrelevante induzindo ao erro, o que implica uma conspiração.
A palavra foi cunhada como um termo sem sentido (nonsense) com um tom de religiosidade no Principia Discordia, livro escrito por Kern Thornley e Greg Hill, mas foi popularizado pela Trilogia de livros The Illuminatus! por Robert Shea e Robert Anton Wilson. Nesse romance, a interjeição “fnord” tem um poder hipnótico sobre os desesclarecidos. Os Illuminati programam crianças, quando ainda no jardim de infância, para serem incapazes de ver conscientemente a palavra “fnord”. Pelo resto de suas vidas, cada aparição da palavra gera subconscientemente um sentimento de dificuldade e confusão e previne uma consideração racional do assunto.
Na obra de Shea/Wilson, fnords são espalhados liberalmente nos textos de jornais e revistas, causando medo e ansiedade sobre os eventos da atualidade. Entretanto, não existem fnords nas propagandas, encorajando uma sociedade consumista.
Está implícito nos livros que fnord não é de fato a palavra real usada para essa tarefa, mas uma mera substituta, pois muitos leitores seriam incapazes de ver a palavra verdadeira.
Conspiracionista suspeitam que as “fnords” são usadas com frequência e que todos somos vítimas dela. Assim, certos assuntos seriam por nós, incompreensíveis, não porque não teríamos a capacidade de raciocinar sobre e sim porque os “fnords” estão presentes e não sabemos. Apesar de não saberem quais são as “fnords” e entenderem por completo o seu funcionamento, os teóricos levantam a hipótese que algo que nós leríamos ou visualizaríamos constantemente e provavelmente não soem comum, desconexo, sem sentido aparente… o que nos leva aos palpites, ignorando as primeiras hipóteses que elas não são palavras, existem algumas palavrinhas que poderiam muito bem fazer esse papel, tal como Google, Facebook e Twitter heheheh, brincadeira. O mais provável é que as “fnords” sejam formas geométricas tão complexas que a nossa mente não conseguiria interpretar e por isso exclui das imagens captadas pela nossa visão. Desse modo, elas estariam ali e toda vez que você as visualizassem, o efeito seria uma sobrecarga de sinapses, sua atividade cerebral aceleraria pois seu cérebro quer interpretar a imagem porém não possui essa capacidade, gerando uma confusão tremenda. Metaforicamente, seria como você tentar rodar um game ou um programa muito sofisticado em um computador muito antigo. Ele até poderia tentar ler mas a resposta seria o erro.

26. Caso Rosswell

Este é provavelmente o incidente mais famoso e importante da história do fenómeno OVNI em todo o mundo.
Apesar de ter sido descoberto que o caso UMMO, foi uma fraude muito bem orquestrada, o “incidente de Roswell”, poderá também ser considerado como tal ? Talvez sim… ou será que não ?
Vejamos o que se passou efectivamente nessa região dos Estados Unidos, e quais as implicações posteriores naquele país. Para tal passarei a descrever os factos ocorridos desde 1947 até Outubro de 1997, sem que sobre ele formule qualquer comentário.
Na noite de 2 de Julho de 1947 o casal Wilmot que estava no exterior de sua casa em Roswell, estado do Novo México, nos Estados Unidos, viu um objeto luminoso de forma oval, durante 40 a 50 segundos, a atravessar o céu de SE para NW, cerca das 21:50 h. Na manhã seguinte, o engenheiro Barney Barnett, de Socorro, Novo México, encontrava-se a trabalhar com um grupo de estudantes de arqueologia nas planícies de San Agustin, a 400 Km a oeste de Roswell. Nesse mesmo dia, a cerca de 120 quilómetros de distância, e no sentido indicado pelo casal Wilmot, o rancheiro W. MacBrazel descobriu um extraordinário achado no seu campo… estava este distanciado a 240 Km do local onde se encontrava o engenheiro e os arqueólogos que, no meio do deserto, foram curiosamente atraídos por um brilho que sobressaía das areias. Pensando tratar-se de destroços de um avião, Barney Barnett e os jovens estudantes a arqueólogos deslocaram-se ao local, tendo constatado a existência de um objeto com 8 a 10 metros de diâmetro, de configuração lenticular parcialmente destruído, próximo do qual jaziam alguns corpos, bem como no seu interior. Estes tinham fisionomia humanoide, com olhos pequenos e cabeça excessivamente grande desproporcional ao corpo, que teria cerca de 1,50 m de altura, trajando com uma roupa integral de côr cinzenta. Pouco depois, surgiu um jeep da força aérea norte-americana com alguns oficiais, que isolaram ao local e intimidaram as testemunhas para que não relatassem o que tinham visto porque “aquilo era o resultado de uma experiência secreta de interesse nacional”, feita com um balão sonda. Pouco depois chegava um enorme caminhão que carregou a nave e os corpos, tendo partido com destino desconhecido.
Entretanto o rancheiro William MacBrazel que tinha descoberto uma área com cerca de 500 metros quadrados coberto de estranhos detritos, “como se sobre ele tivesse explodido qualquer aparelho estranho”. Contando aos vizinhos a estranha descoberta que fizera e mostrando, inclusive, um dos “detritos” que era semelhante ao alumínio mas extremamente maleável e ao mesmo tempo muito duro, que observado de determinado ângulo podia notar-se a existência de estranhos desenhos “semelhantes a flores”. Por sua vez, os vizinhos explicaram-lhe que na noite anterior teriam sido vistos pelo menos 12 (doze) objetos não identificados sobrevoando a região e que o melhor era dirigir-se ao xerife, George Wilcox e mostrar-lhe o achado ! E assim o fez…

Num curto comunicado à imprensa, o tenente da Base Aérea próxima, Walter Haut, informou que o força aérea dos Estados Unidos tinha “capturado” um disco voador que estava guardado no Hangar-84, da Base White Sands.

Com a melhor das boas intenções o rancheiro MacBrazel, dirigiu-se aos militares acompanhado do xerife Wilcox, a fim de relatar o sucedido, após o que ficou retido na base durante bastante tempo para prestar declarações.

Regressando ao seu rancho verificou que um grande número de militares, pesquisava toda a área do achado, recolhendo estranhos detritos no local por ele anteriormente indicado, não deixando ninguém aproximar-se. Havia instalado um quadrante de isolamento no local de raio maior que 5 km.

Três horas após terem entrado na base, uma parte dos destroços retirados do local onde se encontravam e o objeto encontrado no deserto, bem como os cadáveres dos presumíveis tripulantes, que tinham sido inicialmente transportados para a RAAF, foram transferidos para a base de Wright-Paterson, onde foram guardados para investigação, no Hangar-18. Mais tarde, foram novamente transferidos secretamente pelos militares para a base aérea de Muroc, na Califórnia, onde foram exibidos ao então presidente dos Estados Unidos general Eisenhower, em 20 de Fevereiro de 1954.
A partir dessa data, nada mais se soube, conjecturando-se apenas se terão sido transportados para a Zona 51, na base de Nellis, no estado do Nevada.
A justificação final que foi fornecida pela Força Aérea dos Estados Unidos sobre Roswell foi a de que entre os meses de Maio e Julho de 1947, foram lançados onze balões sonda (veremos mais à frente como esta versão foi posteriormente alterada), no âmbito do Projeto Mogul. Para aquelas entidades, os referidos balões possuíam uma “cauda”, na qual estavam colocadas várias tiras em papel de alumínio, para poderem ser seguidos pelo radar. Dos onze balões só dois não tinham sido recuperados: os dos dias 29 de Maio e 4 de Junho.

Entretanto, foi exigido que fosse feito um “black out” por todas as estações de rádio das proximidades, nomeadamente a KOAT, de Albuquerque, que efetuava a cobertura do acontecimento, com a seguinte indicação enviada por telex: “ATENÇÃO ALBUQUERQUE: NÃO TRANSMITAM ESTAS MENSAGENS. SUSPENDAM AS NOTÍCIAS IMEDIATAMENTE”.

J. MacBoyle, jornalista da estação de rádio KSWS, de Roswell, obteve, entretanto, outra informação relacionada com a do rancheiro MacBrazel: os militares além de terem recolhido os destroços que aquele tinha descoberto, também recolhera uma nave que se encontrava semi- enterrada no solo de San Agustin, assim como os cadáveres dos seus tripulantes.
Pressionados pela opinião pública, o major Jesse Marcel exibiu os destroços do que ele designou serem “fragmentos de um balão”, podendo os jornalistas fotografá-los de perto, ao contrário do que sucedera na véspera, em que os anteriormente mostrados eram de outro tipo, e fotografados a uma distância considerável.
A 8 de Julho, o jornal local “ROSWELL DAILY RECORD” noticiava com grande destaque : “A RAAF (Roswell Army Air Force, sigla que designava o perímetro militar da força aérea próximo daquela localidade, onde estava sediado o grupo de bombardeiros estratégicos nº 509) capturou um disco voador num rancho na região de Roswell”.

Por outro lado, todas as pessoas que de alguma forma estiveram ligadas às observações destes destroços, foram, segundo as próprias, intimidadas, por ameaças mais ou menos veladas, feitas pelos serviços de inteligência militares, a ficarem caladas sobre o assunto.

Com o correr do tempo o “incidente de Roswell” acabou caindo no esquecimento até aos acontecimentos que tiveram lugar em 20 de Setembro 1977 , próximo da cidade de Petrozavodsk, ex-URSS. Um fato idêntico foi testemunhado, mas, desta vez por centenas de pessoas. Desta vez, verificando que a história do “balão-sonda” de Roswell não teria força suficiente para justificar a evidência dos factos, as entidades soviéticas afirmaram que aquela nave, não era nada mais nada menos que o seu satélite Kosmos 955, que reentrou na atmosfera e haveria caído naquela área. O isolamento da zona justificava-se pelo “material secreto” que transportava.

A partir desse momento os grupos de investigação do fenómeno OVNI e o público norte-americano remexeram no passado de Roswell, começando a fazer uma forte pressão para que fossem divulgados os relatórios secretos do incidente. Com a situação a ficando insustentável, o senador do estado do Novo México, Steven Schiff, propôs à Comissão do Especial do Congresso, que fosse elaborado um relatório do sucedido, o mais completo possível, com base em documentos que estavam na posse da CIA, do FBI, do Conselho Nacional de Segurança e de outras agências que direta ou indiretamente intervieram no caso. Após um levantamento prévio a Comissão verificou que todos os documentos de natureza administrativa (logística, por exemplo) existentes na Base Aérea de Roswell, correspondente aos anos compreendidos entre 1945 a 1949, tinham sido destruídos, o mesmo sucedendo aos relatórios daquele perímetro militar referentes aos anos de 1946 a 1949, sem que se soubesse quem ordenara a sua destruição. Face à falta de elementos, foi elaborado um documento de 30 páginas onde se concluía que o aparelho de Roswell não passava de um balão secreto.

No princípio do ano de 1995 foi adquirido por um anônimo por 100.000 dólares, um filme que foi posteriormente divulgado em todo o mundo, no qual se constatava a existência de uma pseudo-autópsia de um dos seres extraterrestres capturados no OVNI de Roswell.

Face ao filme exibido e à polémica que ele gerou, a Comissão do Congresso norte-americano elaborou um novo relatório sobre o assunto, desta vez com cerca de 230 páginas. Nele se afirma que os “alienigenas” descritos pelas testemunhas no deserto de San Agustin, junto aos destroços de um possível OVNI, não passavam de “bonecos antropomórficos utilizados em ensaios da força aérea”. Segundo o relatório, os bonecos eram elevados em balões até 10.000 metros de altitude e depois largados contra o solo por forma a determinar-se qual o resultado do impato possível resultante de futuras reentradas na atmosfera de naves tripuladas por astronautas (e não balões sonda, com anteriormente fora afirmado). Estes bonecos, os “dummies”, assim designados na gíria militar eram fabricados com uma estrutura de alumínio e aço, revestidos de látex e plástico tendo sido testados pelos militares no estado do Novo México (saliente-se que estes bonecos só foram fabricados entre 1954 e 1959 tendo o incidente de Roswell ocorrido em 1947).

Frente a todas as contradições, o coronel da Força Aérea dos Estados Unidos, John Haynes, realizou diretamente do edifício do Pentágono, uma conferência de imprensa em 24 de Junho de 1997 a fim de fornecer o relatório final dos acontecimentos de Roswell. Perante as inúmeras questões levantadas pelos jornalistas, limitou-se a descrever o conteúdo do relatório. A uma pergunta efetuada por um jornalista da CNN, que questionando o coronel indagando se este não estaria a ser “usado” naquela conferência de imprensa porque era considerado como sendo um “incrédulo” dos OVNIs, este respondeu: “Caso encerrado ! Vocês têm os elementos, as datas e os relatórios…”

Por sua vez, em 4 de Julho de 1997, teve lugar uma conferência de impresnsa em Roswell, na qual estiveram presentes Derrel Sims, antigo funcionário da CIA hipno-anestesista e bioquímico, o Dr.Vernon Clark, investigador da Universidade de San Diego, e o Dr.Roger Leir. Derrel Sims informou que esteve na posse de alguns dos fragmentos que, presumivelmente, teriam constituído uma parte dos objetos que foram encontrados. Apesar de cético, Sims pediu que se efetuassem várias análises e testes naquelas substâncias que tinham um aspecto metálico. Os fragmentos que tinha na sua posse foram cedidos pelo Dr. Jesse Marcel, Jr., filho do então major Jesse Marcel, oficial que em 1947 que notificou os jornalistas que o presumível OVNI de Roswell não passava de um balão meteorológico. O oficial terá subtraído então alguns fragmentos para mostrar à sua família, tendo desse modo, esta tomado posse dos mesmos.

Testes efetuados pelo Dr. Vernon-Clark incluíam a análise à indutividade da massa espectroscópica-plasmática, isto é: tratava-se de um método normalmente utilizado para determinar a composição e as proporções dos isótopos de modo que pode-se determinar um grande número de elementos. Os resíduos de Roswell foram assim dissolvidos numa mistura de ácidos fluorídrico e nítrico; posteriormente, o líquido obtido foi vaporizado e injetado para dentro de um recipiente contendo a.p. que procedeu à separação atómica dos ions; estes, por sua vez foram acelerados para dentro de um espectrômetro de modo o poderem ser separados e detectados, contando-se o número atómico do núcleo que corresponde a determinado tipo de isótopo. Os resultados determinaram que o material apresentou uma variação mais significativa do que sería “normal” detectar na composição dos isótopos existentes na Terra.

Depois daquele teste o Dr. Vernon-Clark efetuou ainda um outro sobre a indutividade das emissões ópticas espectroscópicas-plasmáticas, isto é: através deste método que é também possível determinar a composição de um leque muito variado de elementos. Introduzindo-se uma amostra vaporizada num tubo com argônio, este separa os ions atómicos. Os átomos são excitados pela energia do plasma, e emitindo energia eletromagnética com comprimentos de onda diferentes para cada elemento. Este método difere do anterior porque nele não é possível estabelecer a diferença entre os isótopos. Deste teste determinou que aquela matéria não podia existir na natureza, tendo sido fabricado.

Por tudo o que foi exposto, desenha-se a perspectiva de que o “incidente Roswell”, apesar de ter sido “encerrado” pelo Pentágono, se mantém aberto para os investigadores.

25. Pearl Harbor foi permitido pelo governo dos EUA

Os teóricos acreditam que o presidente Franklin Roosevelt provocou o ataque japonês à base naval dos EUA no Havaí, em dezembro de 1942, sabia disso de antemão e encobriu o seu fracasso para alertar os comandantes de sua frota. Ele aparentemente necessitaria que fosse provocado um ataque a sua própria pátria para que se pudesse declarar guerra contra os japoneses porque o público americano e o Congresso era esmagadoramente contra o fato de entrar na guerra. Os teóricos acreditam que os EUA foi avisado de antemão pelos governos da Grã-Bretanha, a Coréia do norte, Austrália, Peru, e da União Soviética que um ataque surpresa a Pearl Harbor estava sendo programado. Além disso, os americanos tinham interceptado e quebrado todos os códigos importantes dos japoneses no período que antecedeu ao ataque. Ou seja, apesar de terem em mãos dados sobre o ataque muito antes de ele ser realizado, inclusive, detalhes minuciosos da operação contida nos códigos japoneses, o governo americano simplesmente ficou de braços cruzados. O resultado disso levantou a suspeita, obviamente, que Pearl Harbor seria apenas um pretexto utilizado pelo próprio governo para iniciar a guerra. Ou é isso ou Roosevelt é um baita incompetente.

CLIQUE ABAIXO E CONFIRA A CONTINUAÇÃO – 50 TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO – PARTE 2

Posts Relacionados

Mais posts legais de outros blogs

Compartilhe esse post no Facebook
comentários
compartilhe

Deixe seu comentário


dsxbrasil - criação de sites, blogs e mascotes

Curiosidades

  • Físicos afirmam que o fim do Universo pode estar próximo
  • Cacajao_calvus_Solimoes_river
  • 5 ideias estranhas por trás das descobertas científicas (1)
  • Estas imagens apenas se parecem obras do Photoshop (10)
  • Algumas curiosidades interessantes sobre a história das chuteiras de futebol (1)
  • eutesalvo-678f39afac25c0aa409ec51b24737ac3
  • 130710165212-wus-holland-dementia-3-horizontal-gallery
  • 10 comportamentos humanos explicados pela ciência (1)
  • simplescomplexas
  • As 9 obras mais influentes do racismo científico (1)
  • 10 coisas interessantes sobre os gêmeos
  • Algumas capas de livros do século 17 eram feitas com pele humana (1)
  • Em breve o fundamentalismo religioso poderá ser tratado como doença mental
  • O lado negro do jogo Flappy Bird [vídeo]
  • 5 coisas interessantes que podem manipular seu humor diariamente (1)
  • 10 lendas amazônicas que eu não conhecia (1)
  • As Meninas Super Poderosas – Você Sabia?
  • minilua
  • Estes 10 cientistas afirmam que Deus existe

Posts Populares

  • Os 12 defeitos insuportáveis dos Brasileiros
  • Os 100 maiores brasileiros de Todos os Tempos – Parte 1 –  e a nossa Opinião
  • Os 8 piores casos da DeepWeb que foram descobertos por internautas da Surface
  • 13 famosos que não merecem o reconhecimento recebido
  • 5 motivos do FIM do Ah Duvido
  • 15 vídeos perturbadores que fizeram sucesso na  Internet
  • Os 100 maiores brasileiros de Todos os Tempos – Parte 2 – e a nossa Opinião
  • Os 100 melhores Guitarristas de todos os tempos