O que aconteceria se você se alimentasse apenas de batata durante um ano?

A batata é um dos alimentos mais tradicionais da sociedade. Ela é o ingrediente de várias receitas, desde purês até massas e pães preparados com esse tubérculo. Alguns, assim como eu, preferem ela cortada em palitos e fritas, o que dá um belo acompanhamento para hambúrguer.

Embora faça parte da alimentação de várias pessoas, muitos nutricionistas consideram a batata um ingrediente com poucos nutrientes e com alto índice glicêmico. Composto basicamente por carboidratos, esse tubérculo não é recomendado para ser o alimento principal de todas as suas refeições.

Mas e se você decidir fazer exatamente isso? Comer apenas batata como o único alimento do seu dia a dia? Como o seu corpo se comportaria? Quais seria as consequências dessa dieta extrema e que deixa de lado muitos outros alimentos que podem ser benéficos para a sua saúde?

Batata durante um ano

Andrew Taylor, um morador da cidade de Melbourne, na Austrália, resolveu aceitar esse desafio e criar um cardápio composto apenas de batatas. Porém, o cidadão não decidiu fazer isso do nada. Pesando mais de 150 quilos, ele precisava fazer um regime com urgência e encontrou nas batatas a possibilidade de perder alguns quilos.

O australiano começou o seu regime no primeiro dia de 2016. Ao longo do ano, ele ingeriu apenas um ingrediente: a batata. Em entrevista a um site britânico, Andrew Taylor conta um pouco dessa experiência:

“Eu queria mudar a maneira como eu pensava sobre comida para que controlasse minha vida. Quando você tem um vício, uma dependência de drogas ou um vício de álcool, a melhor coisa que você pode fazer é parar de tomar drogas ou parar de tomar álcool. Você não pode fazer isso com comida.

LEIA TAMBÉM  O que é o Bitcoin?

Então eu pensei, o que mais eu posso fazer? Talvez eu possa escolher um tipo de comida. Muitas pessoas no passado viveram apenas com batatas. As pessoas tendem a pensar nelas como calorias vazias. Espero mostrar que as batatas são um alimento saudável”.

Mudança extrema

No começo de 2016, Andrew Taylor pesava impressionantes 151 quilos. Durante todo o processo, ele chegou a perder mais de 50 kg. Além disso, o australiano também compartilhou sensações de boa disposição para o cotidiano e uma melhora significativa de suas funções vitais.

“Eu tinha colesterol alto e, agora, está normal. Minha pressão também abaixou, assim como a taxa de açúcar no sangue“, conta ele na mesma entrevista. Durante o ano de 2016, Andrew preparava batatas assadas, cozidas, em purê e até receitas de panqueca. Ao longo de todo esse período, o amante de batata teve acompanhamento médico constante para monitorar todos os seus nutrientes. Ele comia entre 3 e 4 quilos de batata por dia.

No dia 1º de 2017, Andrew Taylor mostrou uma disposição e uma mudança verdadeiramente significativa. Porém, nesse novo ano, ele pretende abandonar a dieta restritiva e quer adotar outros alimentos para compor o seu cardápio. De 151 kg, ele foi para 99 kg e conta que os tubérculos não vão sair da sua vida:

“Acredito que a maior parte da minha alimentação ainda será de batatas, mas terei acompanhamentos mais interessantes. Posso fazer um chilli como cobertura. Se quer resultados extremos, precisa de medidas extremas. Sim, o que fiz foi extremo, mas o que há de mau nisso?”.

E você, teria coragem de começar uma dieta comendo apenas batatas? Será que você aguentaria ficar longe de todos aqueles alimentos que você tanto ama? Está lançado o desafio. Porém, lembre-se sempre de procurar a ajuda médica para que os exames médicos necessários possam ser realizados com antecedência.