22 Melhores e mais letais Forças Especiais e Comandos do Mundo

16/09/2019

3. U. S. Army Rangers

As forcas especiais mais letais

Após o treinamento básico do exército, alistamento voluntário no 75 º Regimento Ranger vai treinar o recruta em técnicas de pára-quedas, SERF, línguas, técnicas de elite de combate, simulação de guerra em diversos territórios, além de todo o treinamento de qualificação de armas.

Depois de nove semanas, se o recruta não pedir para sair, ele entra no treinamento individual avançado, para se tornarem mestres em suas áreas de atuação, em seguida, se inscrevem Army Airborne School, que lhe dá toda base para combate terrenos e aéreos. Se, depois de tudo isso, ele não estiver pirado ou desistido, e ainda, se sua média em todas essas escolas for superior média estabelecida pelo Exercito Americano, ele ingressa no Sistema de Doutrinação e Orientação Ranger.

Poucos conseguem esse mérito e é muito fácil ficar traumatizado pelo resto da vida apenas por passar pelo treinamento. E o treinamento é apenas a fase inicial da vida de um Ranger: o rigor no treino se deve ao nível de dificuldade que terão de enfrentar. As missões são sempre as mais casca grossas possíveis e mesmo com todo esse treinamento já ocorreram diversos casos que as missões falham com baixa de todos os envolvidos. Lembra daquela frase de professor, chamando a atenção, dizendo que um dia você tem que levar mais a sério porque um dia vai precisar daquele conhecimento: se você for um Ranger e o seu professor estiver certo e você não aprendeu, significa que a sua família vai ter muito que lamentar no dia seguinte.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22