10 guerras que os Estados Unidos não precisariam ter participado

23/06/2017

4. Guerra do Kosovo em 1999

A Guerra do Kosovo começou como uma insurgência por paramilitares do Kosovo, o Exército de Libertação, que buscava a independência da República Sérvia dominada pela Federação da Jugoslávia. Em retaliação, o Exército Jugoslavo respondeu com uma tentativa de mão pesada para acabar com a insurgência, massacrando civis e criando uma crise de refugiados.

A OTAN iniciou uma campanha de bombardeios para expulsar o Exército Jugoslavo do Kosovo após tentativas internacionais para mediar um acordo político, que posteriormente falhou. Curiosamente, o presidente Clinton solicitou uma autorização para o uso de força militar no Kosovo, que foi aprovada pelo Senado.

No entanto, a mesma autorização não conseguiu passar pelo Congresso depois de um empate raro (213-213). Clinton continuou a bombardear o Exército Jugoslavo de qualquer maneira. Ele argumentou que o Congresso tinha se apropriado do financiamento para a intervenção, que era basicamente o mesmo que o autoriza. O Exército Jugoslavo foi forçado a retirar de Kosovo, que finalmente ganhou a sua independência.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11