Como é viajar no maior avião do mundo?

Desde que o ser humano começou a conquistar os céus, nunca mais parou de voar. Já desenvolvemos diversas aeronaves e veículos que dominaram o espaço aéreo em todo o mundo. Porém, nenhuma criação consegue superar o Antonov An-225 Mriya, o maior avião do mundo, um cargueiro tático turbofan hexamotor criado pela Ucrânia (então pertencente à União Soviética) em 1988.

Esse avião recebeu o apelido de Cossack (povo nativo da região da Ucrânia) pela OTAN. Ele foi construído pela Antonov Design Bureau, uma empresa ucraniana que fabrica aeronaves. O seu objetivo era ser a maior aeronave cargueira do mundo, posto que ocupa até hoje. O An-225 é considerado o maior avião do mundo na categoria asa fixa. Ele foi inicialmente criado para transportar a nave espacial Buran, da então União Soviética, em uma missão espacial em 1988.

O maior avião do mundo ainda encontra-se em operação. O Antonov An-225 está disponível para transportes comerciais e é bastante procurado pela capacidade de carregar cargas pesadíssimas. Sobre a fuselagem, essa aeronave ainda é capaz de levar objetos que não caibam dentro do bagageiro. Porém, há alguns requisitos para que isso ocorra sem prejudicar a missão e colocar em risco a vida dos tripulantes.

A construção do Antonov An-225

Antonov An-225, o maior avião do mundo

Esse avião gigantesco foi desenhado para fazer parte do programa espacial da União Soviética. O objetivo era substituir o Myasishchev VM-T, aeronave que era capaz de transportar até mesmo foguetes. O primeiro voo do Antonov An-225 aconteceu no dia 21 de dezembro de 1988, data que é considerada sua inauguração no espaço aéreo.

Por conta da divisão que existia entre os Estados Unidos e a União Soviética, conhecemos pouco sobre a construção do Antonov An-255. Não sabemos nem quanto tempo isso levou, o que deve ter levado anos dadas as suas proporções. O que sabemos, porém, é que duas aeronaves foram encomendadas, mas apenas uma chegou a ser de fato construída.

O segundo An-225 começou a ser construído ainda nos anos 80. Porém, o programa espacial soviético não conseguiu concluir a obra por causa do colapso da União Soviética em 1990. Desde então, a carcaça foi armazenada e esquecida em 1994. Tentaram revivê-la para utilizar o avião no segmento comercial, mas tiveram que adiar diversas vezes esse projeto. Portanto, somente um Antonov An-225 ainda ocupa o posto de maior avião do mundo.

Detalhes do maior avião do mundo

O maior avião do mundo transportando uma nave espacial

O Antonov An-225 surpreende por conta de suas características técnicas. O avião é capaz de transportar nada menos do que 250 toneladas, ou 250 mil kg dentro de seu compartimento principal. Por fora, sobre a fuselagem, a aeronave ainda é capaz de carregar o total de 200 toneladas. Foi nessa condição que o Antonov transportou a nave espacial Buran.

O avião possui o comprimento de nada menos do que 84 metros. A envergadura tem 88,4 metros. O Antonov ainda é bastante alto: 18,1 metros. Sem carga, a aeronave pesa nada menos do que 285 toneladas e possui 6 turbinas turbofans chamadas de Ivchenko Progess D-18T.

Com isso, o Antonov é capaz de alcançar a velocidade máxima de 850 km/h. A velocidade de cruzeiro, entretanto, é de 800 km/h. O alcance é de 12,2 mil km, com teto máximo de 11 mil metros.

Para percorrer apenas 5 mil quilômetros, essa gigantesca aeronave consome 95 mil litros de combustível. Em uma questão de comparação, um Boeing 747 utiliza 65 mil litros para percorrer a mesma distância. Por ser tão icônico, o Antonov An-225 foi utilizado como modelo para criar o fictício An-500, aeronave presente no filme “2012”.

O maior avião do mundo no Brasil

Em 2016, o Antonov fez uma segunda visita ao Brasil. Ele veio até o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, São Paulo, para transportar uma carga extremamente pesada. Trata-se de um mega transformador de 150 toneladas que precisaria ser levado até o Chile. No dia 14 de novembro, o maior avião do mundo aterrissou por aqui e permaneceu durante dois dias até levantar voo e ir para o próximo destino.

A primeira visita do Antoniv An-225 aqui no Brasil aconteceu em 2010. Ele havia sido contratado pela Chapman Freeborn Aichartering, uma empresa britânica de frete aéreo, a serviço da Petrobrás. O gigantesco avião chegou transportando três gigantescas válvulas para a Refinaria de Paulínia. Nas ocasiões em que o avião veio para o nosso país, vários jornalistas e curiosos aguardavam ansiosamente a sua chegada.

Os recordes do Antonov An-225

Antonov An-225, o maior avião do mundo

Além de ser considerado o maior avião em operação do mundo, o Antonov An-225 também ostenta outros recordes. Em setembro de 2001, ele voou transportando uma carga de 253,86 toneladas a uma altitude de dois quilômetros e uma velocidade média de 763,2 km/h. Para quem entende de aviação sabe que esses são números impressionantes.

Porém, curiosamente, o Antonov An-225 não é o avião de maior envergadura do mundo. Esse título pertence ao Hughes H-4 Hercules, o “Spruce Goose”. Essa aeronave possui 97,5 metros de uma asa a outra, enquanto o gigante ucraniano tem 88,4 metros. Contudo, o Antonov é supera o concorrente em outras medidas, como o comprimento (84 metros contra 66,6 metros).

Além disso, o Antonov An-225 é mais pesado, tema capacidade maior e também supera o “Spruce Goose” em velocidade. Outro detalhe importante: enquanto o Hughes H-4 Hercules só realizou um único voo, o gigante ucraniano já executou centenas de voos até hoje. Portanto, nenhum outro avião consegue ser melhor do que o Antonov An-225.