10 lugares censurados no Google Maps

Sempre quando queremos ver algum lugar diferente em nosso planeta, acionamos o Google Maps ou Earth. É possível espiar com muitos detalhes, locais conhecidos no mundo e até nossa própria casa. Mas em ocasiões especiais alguns pontos do mapa ficam borrados ou distorcidos, seja por motivos de segurança ou apenas por privacidade dos responsáveis pela área mapeada.

Em entrevista ao site Mashable, a porta-voz do Google, Deanna Yick,  diz que “o satélite e as imagens aéreas do Google Earth e Maps são provenientes de uma grande variedade de fontes, comerciais e públicas. Essas fontes de terceiros são obrigadas a seguir as leis dos países em que operam, então alguns deles borram as imagens e nos dão”, diz Yick.

Confira os locais censurados pelo Google Maps:

Palácio Real Holandês

 

Localizado na capital Amsterdam, na Holanda, o Koninklijk Paleis Amsterdam, popularmente conhecido como “O Palácio Real” está borrado no mapa. Vários outros locais pertencentes à família real holandesa também estão com a mesma ‘censura’.

 Aeroporto Internacional de Buffalo Niagara

Fica em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Devido ao extremo branqueamento da imagem, não é possível que os usuários consigam visualizar os detalhes através do recurso de zoom.

 Parque Nacional do Tantauco

O parque chileno é visto como um enorme espaço verde, não sendo possível observá-lo com zoom. O motivo é a preservação da fauna, já que a área possui animais em extinção.

 Reservatório Keowee Dam

Mais um local borrado no Google Maps, agora na Carolina do Sul, Estados Unidos. A barragem em Keowee Dam, que abriga a Duke Energy, companhia de energia americana.

 

Suposta fazenda russa

 A área localizada na tundra siberiana e perto de Egvekinot na Rússia, está claramente borrada. Supostamente, seria uma fazenda. Não é conhecido o que está escondido nela.

Aeroporto de Minami Torishima

 Localizado no Japão, a área está com uma  super saturação no branco da imagem. O possível motivo é o uso do aeroporto pela Força Marítima de Defesa.

Michael Aaf Building

 

O prédio fica em Utah, Estados Unidos, é de propriedade do Exército Americano que utiliza a área para testes de armas biológicas e químicas. A região aparece esbranquiçada no mapa por motivos de segurança.

Universidade de Cornell

 Além de ser universidade a área também é uma usina de calor nos Estados Unidos, está  quadriculada pelo Maps.  No local há geração de eletricidade a partir de gás natural. Essa produção faz parte da iniciativa do campus para a redução nas  taxas de emissão de dióxido de carbono na atmosfera.

 Babilônia

 Localizada a 90 km ao sul de Bagdá, no Iraque, a famosa cidade dos Jardins Suspensos sempre está movimentada.  Mas nas imagens do Google Maps a área aparece como se fosse uma grande terra sem nada e nem ninguém.

Vlissingen

Mais um local da Holanda.  A região abriga diversas bases do exército e força aérea do país e até tanques de óleo. Aqui, a imagem foi altamente pixelada e ajustada.

E você já achou mais lugares secretos no Maps?

Fonte: http://www.vocesabia.net/

7 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Current ye@r *